Graças ao Canadá, atletas olímpicos LGBT têm seu próprio espaço na Vila Olímpica

Adaptado por Sergio Viula
Com informações de Doug Criss, CNN


Integrantes da equipe do Canadá caminham na Vila Olímpica de Pyeongchang antes dos jogos começarem em 06 de fevereiro.



De acordo com a americana CNN, atletas LGBT têm um lugar para chamarem de seu na Vila Olímpica de Pyeongchang. Ele é chamado Pride House (Casa do Orgulho), um prédio na Vila Olímpica que oferece um espaço seguro para atletas gays e lésbicas, suas famílias e apoiadores. 

A primeira Pride House surgiu durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, e desde então elas têm aparecido em vários eventos esportivos internacionais, incluindo as Olimpíadas e Paraolimpíadas de Verão de 2016 em Londres e os Jogos de Verão no Rio, Brasil.

O que torna a Pride House em Pyeongchang especial é que esta é a primeira a ser afiliada e acolhida pelo Comitê Olímpico Nacional. Ela também é a primeira na Ásia.

"A Equipe do Canadá tem orgulho de abraçar sua diversidade na Casa do Canadá, o que inclui um cartaz na porta da frente, dando boas vindas a todos, e sabe que como um time, somos mais fortes quando celebramos nossas diferenças," disse Chris Overholt, CEO e secretário-geral do Comitê Olímpico Canadense (veja a declaração em inglês AQUI). "Temos o prazer de poder compartilhar com o mundo o que significa ser canadense e o que significa #SerOlímpico."

Comentários