Príncipe indiano gay abre seu palácio para acolher pessoas LGBT





Príncipe Manvendra Singh Gohil

Príncipe indiano gay abre seu palácio para pessoas LGBT em vulnerabilidade


Por Sergio Viula
com informações de
Joseph Patrick McCormick
para o Pink News.



O primeiro e único príncipe indiano assumidamente gay está transformando seu palácio num centro de acolhimento para pessoas LGBT em situação de vulnerabilidade.

Manvendra Singh Gohil abriu seu palácio de mais de 60 mil metros quadrados para a comunidade LGBT indiana, onde essas pessoas ainda enfrentam perseguição.

O palácio será administrado junto com a organização Lakshya Trust, que o príncipe fundou logo depois de se assumir em 2006.
Chamado Hanumanteshwar 1927, o centro incluirá uma série de novas estruturas para os hóspedes.

O príncipe disse ao IBTImes: “Se eu pude passar por todos esses problemas, então qualquer pessoa gay poderia enfrentar uma situação semelhante."

“Na Índia, nós temos um sistema familiar e somos mentalmente condicionados a ficar com nossos pais. No momento em que você tenta se assumir, você é jogado fora e a sociedade boicota você. Você se torna um excluído social. Muitas pessoas dependem financeiramente dos pais."

“Eu quero dar às pessoas empoderamento social e financeiro para que as pessoas que desejem finalmente sair do armário não sejam afetadas. Elas terão seu próprio sistema de seguridade social. Não fará diferença se elas forem deserdadas."

“Nós somos todos seres humanos. Devemos ser tratados com igualdade e ter garantidos os direitos que nos têm sido negados” - disse Gohil em vídeo gravado quando ele se assumiu.

“Tudo o que esperamos da sociedade é amor. Os direitos gays não podem ser garantidos apenas numa corte, mas também nos corações e mentes das pessoas com as quais vivemos.."


No vídeo abaixo, você poderá ver como o príncipe se assumiu publicamente (em inglês):


Comentários