A perseguição a Dudu Camargo

Por Sergio Viula

O talentoso Dudu Camargo, âncora do Primeiro Impacto no SBT


Um suposto ex-namorado e sua mesquinhez ganham voz através de sites de fofoca e das redes sociais. Por causa desse rapaz, Dudu Camargo foi compelido a falar sobre sua sexualidade em público. Se ele está dizendo a verdade ou não ao se afirmar heterossexual diante das câmeras, isso é totalmente secundário. Veja o que penso sobre tudo isso. 

A matéria (citada) na qual o suposto ex-namorado diz que tem muitas outras "provas" estava, em 10/07/17, no seguinte endereço: http://www.superpride.com.br/2017/07/fotos-ineditas-mostram-momentos-intimos-entre-dudu-camargo-e-robert-oliveira.html






Nesse vídeo, falo que penso sobre isso e que tem sido ignorado pela maioria dos comentários e artigos que já li sobre o caso. DUDU CAMARGO, CORAGEM!

Comentários

  1. Parabéns Viula excelente análise, eu fiquei com pena da Maisa por ela ter sido tb tão criticada, por não aceitar muito a "brincadeira" do Silvio, e a partir disso os dois adolescentes sofreram várias criticas sem noção, e colocando os dois muito expostos ao senso comum. Ficaram então recorrentes aquela binária situação de escolher um dos dois para dar a razão, sendo que nessa situação, nem são levados em conta a pouca experiência de ambos, Silvio Santos homem de comunicação e midia fez o que sabe bem levantar polêmica, e sabia que Maisa sempre o enfrentou, a partir dai ele ganhou a atenção de toda mídia, e os dois tb, pro bem e pro mal, vai da índole do expectadores. Bem, depois de feita a exposição, claro aparece alguns querendo tb entrar no circuito celebridade pra aparecer, espero que os dois estejam bem assessorados pra não serem tão atingidos.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. E o caso Maísa) merece uma análise separada. Ali, várias questões ficaram muito evidentes, principalmente que Silvio Santos topa quase tudo por audiência.

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.