Está sozinho(a) no dia dos namorados: Ligue o botão do foda-se sem pena! ;)

DIA DOS NAMORADOS: Está sozinho(a)?



Por Sergio Viula

O dia dos namorados é amanhã, 12 de junho. Até aí, nada novo. Mas, depois de ver "trocentas" propagandas na televisão explorando o tema para vender tanta coisa diferente, dou de cara com o Fantástico falando sobre casais que se formaram através de aplicativos de encontros. 

Fiquei pensando: Legal, tenho namorido (marido que eu continuo namorando), e nós nos curtimos muito em qualquer dia do ano, sem que precisemos de uma data estipulada em calendário para fazermos o que quer que seja. Mas, esse período do ano pode ser muito chato para quem não tem namorado(a), ou para quem tem, mas está sem dinheiro ou tempo em comum para comemorar o dia. Provavelmente, muita gente só vai se ver nessa segunda-feira na hora de dormir. Outros, talvez nem se vejam. Muitos casais, especialmente LGBT, não frequentam a casa dos pais de seu parceiro ou de sua parceira por inúmeros motivos, especialmente por causa da LGBTfobia da família.

Quer saber de uma coisa? Se você tem namorado ou namorada, curta o dia se puder. Se não puder, qualquer que seja a razão, não deixe que isso incomode o relacionamento de vocês. 

Não tem namorado ou namorada? Então, ligue o botão do foda-se e siga em frente. Mantenha uma coisa em mente: O amor não tem data nem lugar para acontecer. Eu sempre digo que as oportundidas estão em toda parte - do supermercado ao funeral... desde que não seja o seu, é claro. ^^

Hoje mesmo, fiquei super feliz em saber que um conhecido meu está namorando um outro garoto que ele conheceu pelo Facebook. Fiquei super feliz em saber que os dois frequentam a casa um do outro, com o consentimento e a ciência dos pais sobre o relacionamento de ambos. Isso, sim, foi muito inspirador: Ver dois rapazes bem jovens e resolvidos, inclusive com a família. Nota 10!

Agora, ficar deprimido(a), desanimado(a), se sentindo abandonado(a) só porque não se encaixou nas expectativas do calendário, que são estratégias do comércio para vender presentinhos que vão de uma rosa embrulhada em papel celofane até jóias ou outros bens duráveis, é mera perda de tempo. A melhor maneira de encontrar alguém para construir e desfrutar um bom relacionamento é cuidando bem de si mesmo(a) e vivendo cada dia de uma vez, sem pressa e sem medo de ser feliz. E não desprezar gente boa só porque não é perfeito. Você também não é.

Portanto, não alimente a falsa ideia de que um bom parceiro ou uma boa parceira tem que se parecer com modelos fotográficos e possuir uma conta bancária digna de matéria especial na revista Caras. Esqueça. 

Além disso, se tais coisas importam tanto assim, provavelmente sua mentalidade está longe de ser a de um bom parceiro ou boa parceira para o outro. 

Não seja um abusador, mas também não admita relacionamentos abusivos de modo algum, não importa quanto o outro em questão lhe pareça indispensável. Ame-se e valorize-se sem ostentação ou ressentimento. Isso é equilíbrio, maturidade e atrai o olhar de quem também valoriza essas qualidades num parceiro ou numa parceira. 

O resumo da ópera é que relacionamento bom mesmo é aquele em que os dois gostam tanto um do outro, e são tão honestos um com o outro, e querem tanto o bem um do outro que não perdem tempo com tolices, mas investem o tempo que têm para viverem intensamente até mesmo os prazeres mais simples de seu cotidiano. Menos do que isso, é melhor nem ter. ;)

Comentários