Beijaço digital no Kremlin, Moscou (Rússia): Veja como participar




No Brasil, apesar da enorme violência contra a população LGBTQ, podemos lutar por nossos direitos. Mas a nossa comunidade na Rússia não pode e, por isso, precisa da nossa ajuda.

Lá, eles estão sendo calados pelo governo Putin. A Parada LGBTQ foi banida por lei. E as pessoas são presas só por expressar seus afetos e identidades.

É hora de se unir e ajudar a pôr fim nisso. Vamos invadir o Kremlin em Moscou fazendo o maior beijaço digital do mundo no Instagram.

Para participar, é fácil. Poste uma foto beijando seu parceiro, sua parceira, seu amigue…

Clique em adicionar localização e digite “Moscow, Kremlin”. Não se esqueça de usar a hashtag #Kiss4LGBTQrights.

Adicione também as seguintes hashtags (você pode usar copie/cole aqui para facilitar):




#Kiss4LGBTQrights

#kremlin

#moscowcity

#russia

#putin

#moscovo

#kremlinpalace

#kremlin

#moscow




Juntxs, nossas vozes podem enfrentar o silenciamento que está oprimindo milhares de pessoas na Rússia. Compartilhe essa mensagem e faça parte do movimento.



Veja o tutorial no final desse vídeo.


------------------------

Sugestão de legenda do post: Mande seu beijo para participar do movimento #Kiss4LGBTQrights e ajude a dar voz pra nossa comunidade na Rússia.



ATUALIZAÇÃO (28/04/17):

Andre e eu já publicamos várias fotos no beijaço online. Hoje, além de publicar a foto com a hashtag #Kiss4LGBTQrights e localizar a foto em Moscou, Russia e depois repetir a publicação com Kremlin, Moscou, fiz mais uma: enviei para os perfis do Kremlin, do Putin, da embaixada russa no Brasil, etc. Veja qual foi a foto que eu enviei (abaixo) com um texto em inglês demandando o fim da perseguição à comunidade LGBTQ na Rússia. 



Comentários