Fox4 News: Uma vizinhança em Carrollton se mobiliza depois que a bandeira do arco-íris de um casal gay foi enfiada na caixa de correio deles e queimada




By: FOX4News.com Staff
Fonte: AQUI
POSTED:MAR 08 2017 05:10PM CST
UPDATED:MAR 08 2017 07:54PM CST

Traduzido e levemente adaptado por Sergio Viula


Uma vizinhança em Carrollton, Texas, está mobilizada em torno de um casal gay que teve a bandeira do arco-íris que tremulava em sua casa enfiada na caixa de correio e queimada na semana passada.

A polícia de Carrollton está investigando o incidente como incêndio culposo, mas diz que o caso poderia ser renomeado como crime de ódio ou até mesmo ofensa federal.

“Que era um crime de ódio foi meu primeiro pensamento. Foi propositado, foi deliberado", disse Markus Maguire. Ele e seu marido Wilson Nash se mudaram para o bairro de Austin Waters há dois anos e meio.

O casal Markus Maguire and Wilson Nash

O casal estava preocupado sobre a possibilidade de morar no Texas e temiam que suas preocupações fossem confirmadas depois de encontrarem sua bandeira do arco-íris vandalizada em sua caixa de correio na manhã de quinta-feira (02/03/17).

“Eu olhei para a caixa de correio e ela tinha sido realmente queimada, e tinha muita correspondência na caixa", diz Nash.

A caixa de correio com a bandeira - tudo queimado


Porém, os dois puseram imediatamente uma nova bandeira na frente da casa e seus vizinhos começaram a mostrar apoio.

“Ninguém vai intimidá-los ou amedrontá-los, nós todos vamos pendurar bandeiras do orgulho gay com arco-íris, e eles [os criminosos] terão que lidar com todos nós, não apenas com eles [o casal gay]", disse a vizinha Mary Dees.

De fato, várias bandeiras, grandes e pequenas estão pipocando na vizinhança.

“Era realmente o mínimo que achamos que poderíamos fazer para mostrar a nossos vizinhos: Ei, nós estamos com vocês. E para mostrar a comunidade [LGBT]: Vocês têm o nosso apoio”, disse o vizinho Andrew Whitehead.

Na verdade, os vizinhos estão fazendo mais do que pendurar bandeiras - vários foram até a polícia com vídeos de suas câmeras de vigilância.

As câmeras captaram uma van suspeita rodando várias vezes em torno das 3:30 da madrugada de quinta. A polícia acredita que seja a pessoa que queimou a bandeira.

A van suspeita 

“Para que seja um crime de ódio, temos que ser capazes de provar que foi motivado por preconceito ou ódio. Não sabemos se conseguiremos provar isso, e não sabemos se não conseguiremos", disse a porta-voz do departamento de polícia de Carrollton Jolene DeVito.

Enquanto a polícia continua a investigar, as bandeiras do arco-íris continuam tremulando alto na vizinhança. Maguire e Nash dizem que estão orgulhosos de morar lá.

“Quaisquer pensamentos sobre sair um dia se foram. Sabemos que estamos em casa agora", disse Maguire.

----------------------------------------
COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

É assim que se combate a homofobia e todas as outras LGBTfobias possíveis: MOBILIZAÇÃO com INTELIGÊNCIA e EMPATIA.

Brasileiros de todos os recantos dessa imensa nação, façam o mesmo. Comecem não tolerando discurso de ódio ou promotor de preconceitos e de discriminação por mais "inocentes" que pareçam.

Parabéns ao casal pela resistência antes mesmo de saberem que contariam com o apoio da vizinhança.

E parabéns a vizinhança por não ligar o botão do "foda-se" e dizer "isso não é comigo" como muitos idiotas por aí fazem. Mostraram que são gente de primeiríssima categoria. 

Comentários