Carnaval 2017: Crivella não combina mesmo com o Rio

Por Sergio Viula



O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, e sobrinho do bilionário Edir Macedo, não combina mesmo com o cenário festivo da Cidade Maravilhosa em sua maior manifestação cultural.

O bispento não apenas se furtou a entregar as chaves da cidade ao Rei  Momo, mas também não compareceu ao Sambódromo para a inauguração dos desfiles. Isso foi um total descaso com milhões de cariocas e turistas que injetam na economia da cidade cerca de 4 BILHÕES de reais em menos de uma semana de festa - dinheiro que ele não terá problema algum em colocar suas mãos "santas" para administrar a cidade à sua (questionável) maneira.

Os 59% de cariocas que colocaram esse fundamentalista, que vive de uma das formas mais sórdidas de exploração, que é a da fé de mutia gente pobre e desesperada, deveriam se envergonhar de tamanha estupidez e subserviência mental. Na verdade, eles também não combinam com uma cidade que nasceu para ser cosmopolita, festiva, liberal e pacifica, mas que vai se tornando cada vez mais careta, graças à mesquinhez mental e emocional de tanta gente que pasta como gado sob o domínio desses vigaristas untados no óleo "santo".

Crivella tem que engolir que as três maiores festas anuais da cidade passam longe da visão medíocre que ele tem de mundo. São elas: Carnaval, Reveillón e Parada do Orgulho LGBT de Copacabana. E é nessa ordem mesmo - a Parada só fica atrás do Reveillón e do Carnaval. Chupa essa uva, bispento!

Ah, e antes que eu esqueça: Pode continuar enfiado em casa ou em algum templo caça-niqueis por aí. Não é que a gente tenha sentido tua falta, mas é que você devia estar fazendo o que diz que foi "chamado" para fazer: Cuidar das pessoas. Se bem que nós dois sabemos que não é bem disso que se trata a ambição megalomaníaca do teu tio e dos que comem na mão dele, como você, por exemplo.

Enquanto isso, os blocos vão passando, as oferendas vão sendo feitas sob os fogos do ano novo e muita purpurina nas cores do arco-íris vai embelezando essa cidade e festejando sua diversidade.

Continua no teu sarcófago. Pega a chave da cidade e enfia na fechadura dos fundos. Ela não fará falta alguma no cenário dessa festa!!!!

Comentários