O primeiro juiz trans do Canadá foi empossado em Winnipeg

Traduzido e levemente adaptado por Sergio Viula
Publicado originalmente por Manitoba


Kael McKenzie, juiz transgênero na corte de Manitoba. (CBC)



O primeiro juiz trans do Canadá 
foi empossado em Winnipeg


Depois de ser apontado para a cadeira em meados de dezembro, o ex-advogado da Coroa Kael McKenzie assume oficialmente na corte de Manitoba nesta sexta-feira.

"Kael é o primeiro auto-identificado juiz transexual no Canadá e isso é algo para ser celebrado", disse um juiz à multidão que aplaudia durante a cerimônia de posse.

McKenzie foi elogiado por seu envolvimento na comunidade jurídica antes que ele mesmo dissesse algumas palavras.

"Estou simplesmente tão agradecido pela fé que foi investida em mim", disse McKenzie.

Uma torrente de apoio

Quando as notícias de sua indicação surgiram em dezembro, McKenzie disse que recebeu uma torrente de apoio da família, amigos e estranhos de todo o país.

A indicação ajudou alguns canadenses a abraçarem sua própria identidade, disse McKenzie. Ele viu pais de filhos transgêneros explicarem quão importante foi aquele anúncio para eles.

"Eles reconheceram seus medos pelo futuro de seus filhos, e de algum modo minha indicação os ajudou a amainar alguns daqueles medos", disse ele.

"Eles saíram com uma mensagem de esperança renovada, a de que seus filhos teriam futuros prósperos e brilhantes, a despeito de sua identidade de gênero."

Ele, que é pai de dois filhos, encerrou agradecendo a sua esposa e filhos.

"Eu tenho dois filhos maravilhosos. Esse dia não poderia estar completo sem eles", disse McKenzie. "Eles tem sido o centro do meu universo e eu os amo muito. Estou feliz que tenham concordado em perder um dia de escola hoje."

Comentários

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.