Um toque poético por volta de 1:20 da madrugada deste 25 de outubro. ^^

Por Sergio Viula

Nossas taças sobre nossa cama de fato. :) - Foto: Sergio Viula

Na taça cheia, repousa o mistério, mas é da taça vazia que brota uma certa plenitude que combina perfeitamente com o amor, saltando do vermelho do vinho para pousar sobre o azul dos lençóis num diálogo sussurrante que retumba: amai-vos um ao outro como ninguém jamais vos amou. 

E nós, amantes em harmonia e mutualidade irrestritas, o que poderíamos dizer, senão "que o teu desejo seja dono do nosso, doce Eros (demiurgo do amor), acompanhado de Apolo (deus do vinho) e de Afrodite (deusa da beleza)"? 

O que poderia ser mais doce do que o amor temperado com vinho na contemplação recíproca dos amantes?

#AndreeSergio

Comentários