Escritor da DC Comics confirma: A Mulher Maravilha é Queer. Linda!

A Mulher Maravilha é Queer?


Por  Daniel Megarry - GT Magazine
Traduzido por Sergio Viula


"A resposta obviamente é sim."

O escritor Greg Rucka da DC Comics, que atualmente comanda o estúdio dos "comics" da Mulher Maravilha, confirmou que a Princesa Amazona muito certamente já teve relacionamentos homoafetivos antes.

Durante uma entrevista com o Comicosity, Greg falou sobre a ideia de que a Mulher Maravilha seja queer - algo que tem sido alvo de especulação há muito tempo, uma vez que ela é originária da ilha fictícia de Temíscera, onde só habitam mulheres.

Sobre a ilha, Greg disse: "Ela deve ser um paraíso. Você deve supostamente ser capaz de viver feliz." A felicidade também passa por relacionamentos satisfatórios, românticos e sexuais. Nesse contexto, disse ele:

"E as únicas opções são mulheres".

Porém, o autor destacou que, no universo da Mulher Maravilha, a ideia de ser "gay" ou "hetero" não existe - o que acrescenta muito à narrativa do quadrinho.

Ele continuou: "Uma amazona não olha para outra e diz: "Você é lésbica". Elas não dizem. O conceito não existe".

“Agora, será que estamos dizendo que Diana se apaixonou e viveu relacionamentos com outras mulheres? Como [a artista] Nicola Scott e eu encaramos, a resposta é obviamente sim."

Não é a primeira vez que a Mulher Maravilha esteve na vanguarda da representação igualitária. Ano passado, seu personagem iniciou um casamento homoafetivo num quadrinho para celebrar a introdução da igualdade no casamento pela Suprema Corte dos Estados Unidos.

O escritor e artista Jason Badower disse que "foi uma oportunidade incrível de ter um dos personagens mais icônicos e reconhecidos do mundo entre os que se posicionaram e oficialmente endossaram essa nova lei [do casamento igualitário]."

Comentários