Escândalo: Pastora Bianca Toledo fala sobre seu atual (segundo) marido: homossexualidade latente.

Por Sergio Viula



Copio aqui o texto da print screen tirado no dia 06/07/2016. Observe que o vídeo já tinha mais de quatro milhões de visualizações quando eu printei a imagem e a mensagem dela aqui. Portanto, o assunto é mais do que público agora. Veja o texto abaixo da foto.

URL DO VÍDEO AQUI: 

ACESSADO EM 06/07/2016.


Bianca Toledo
Considerações a respeito dos últimos dias. Diante da especulação sobre eu estar me separando se fez necessário uma publicação minha diante de algo tão sério que venho passando desde 06/06
______________________________________
Diante do conteúdo do vídeo posso frisar que a anulação do casamento foi iniciada e se torna legitima diante das provas de uma vida dupla e imoral . Contrária a prometida no altar e ressaltada publicamente durante todo casamento. A teologia do Felipe era perfeita, mas seu interior era uma fraude. Me enganou e enganou a todos. É triste, mas é a verdade. Choca, mas é o tempo bíblico que vivemos. (Mt 24) E a investigação de Pedofilia torna mais grave e triste tudo que descobri. O Pedido de Prisão do MP (Ministério Público) foi feito mediante uma série de provas contundentes. E as provas não param de chegar porque Deus disse que traria tudo a tona para temor da igreja diante do engano que assola os últimos dias. Orem por mim! Estou de Luto. Mas agora eu só quero Justiça!
Felipe está preso em Bangu depois de todos os procedimentos legais.
Creio que o Senhor, que é justo, continuará dando lucidez a justiça dos homens pra estabelecer a Sua justiça.
De Deus não se zomba com o altar não se brinca.
Devi e Larry Titus enviaram apoio imediatamente a mim e ao meu ministério e vimos o grande livramento do Senhor a mim e ao meu filho.
______________________________________
Ligue a TV Senado amanhã e veja na tribuna da assembleia legislativa a posição do Senador Magno Malta sobre o caso que ele está acompanhando de perto no assunto onde é especialista.






***********************************************
COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO



O casal costumava se fotografar e ser visto por muitos como o casal ideal - dois 'servos do Senhor' que eram uma benção - uma família evangélica no estilo mais tradicional e abençoada diante do altar do 'Senhor'.



Mas, a julgar pelo vídeo da própria pastora Bianca Toledo, essa bênção não durou muito. Felipe, o marido dela, segundo o relato da mesma no vídeo e no texto printado acima, "tinha um quadro de homossexualidade latente". 

Veja que ela usa termos equivalentes aos de uma patologia. Ainda segundo a pastora, ele tentou suicídio. A minha dúvida é em que condições, por que razões? Depois, ela diz que ele foi diagnosticado por psiquiatras. Em seguida, ela diz ainda que ele foi preso por pedofilia. Ela NÃO esclarece que provas existem contra ele.

Mas, uma coisa é certa: se ele praticou pedofilia de fato, ele merece a prisão, não por ser gay, mas por ser pedófilo. Assim como muitos heterossexuais pedófilos a merecem também.

Contudo, preocupa-me esse desejo de vingança velado na frase "estou aguardando a justiça do Senhor" e "eu quero que a justiça seja feita em nome de Jesus... em nome de Jesus."

Também me chama atenção a espetacularização do caso. Além desse vídeo que viralizou, ela diz que o caso foi parar no Senado, e nas mãos de ninguém menos que o Senador Magno Malta, franco inimigo da comunidade LGBT que usa pretextos de pedofilia para combater qualquer direito humano aplicado a pessoas LGBT, principalmente a criminalização da homofobia.

Magno Malta e Silas Malafaia: aliados


Ela diz que foi ressuscitada por Deus. Alega que foi enganada e diz que se foi escolhida para revelar o que está oculto na igreja do Senhor, "eis me aqui". Tudo isso aponta para uma possível espiritualização, quase um messianismo, assumido como missão divina supostamente delegada à pastora. Os gays seriam o alvo dessa missão divina. Tudo isso associado à ideia de 'justiça de Deus e justiça dos homens' - termos que ela usa no vídeo cheira à caça às bruxas, sendo os alvos dessa busca desenfreada os supostos gays 'enrustidos'.

LGBT que tenha o mínimo de dignidade pessoal não frequentaria e nem sustentaria essas igrejas homofóbicas e seus marketeiros gospel.

E não adianta receberem você no templo sob a condição de que você "mude". Ou aceitam você como você é (gay, lésbica, bissexual ou transgênero) ou caia fora, amig@!!!!






Pastora Bianca Pereira de Toledo, membro da Igreja Batista Central da Barra e seu marido Felipe Heiderich




Independentemente das acusações de pedofilia, as quais ainda estão sendo averiguadas (é preciso verificar se esse tipo de acusação não é mera calúnia para punir Felipe pelo fato de ter casado com a pastora, apesar de ser gay), fundamentalistas adorariam enviar gays para a cadeia pelo simples fato de serem gays, mas não podem. 

De novo, é preciso verificar se as acusações procedem. Se procederem, ele deve ser punido pelo crime de pedofilia, mas isso não dirá coisa alguma sobre a homossexualidade em si, assim como não diz sobre a heterossexualidade dos pedófilos que abusam de meninas.

O que Felipe fez ao casar parece ter sido o que muitos gays enfiados no armário com medo das pregações de fundamentalistas homofóbicos e de famílias preconceituosas costumam fazer: casou-se acreditando que estava fazendo a vontade de Deus, porque é isso que a igreja provavelmente lhe disse o tempo todo.

E sabe qual é a razão para tantos gays na igreja se casarem com mulheres e depois viverem miseravelmente no silêncio de sua solidão, enquanto dão testemunho aqui e ali da "obra de Deus" em suas vidas? Nada menos que a pregação homofóbica e a tentativa de impedir que pessoas LGBT se casem com as pessoas com quem bem entenderem se casar - ele com ele ou ela com ela, tanto faz. E olha que nem se trata de casamento na igreja, mas de casamento civil.

A tristeza da pastora é compreensível, mas ela e toda a sua turma estão apenas colhendo o que plantaram. 

Deixem os gays, as lésbicas, os bissexuais e as pessoas transgêneras em paz e elas não subverterão os seus pequenos mundos - esses ambientes que vocês acreditam que sejam totalmente assépticos e protegidos por alguma redoma imaginária.

Ah, não posso deixar de lembar que esse não é o primeiro casamento da cantora. Uma matéria do site Dai Louvor fala sobre uma intriga que envolveu a cantora gospel e pastora com seu primeiro marido, Renato Pimentel. Na ocasião da publicação pelo site Dai Louvor, ela falava da 'restauração emocional que viveu depois que se divorciou e encontrou seu atual esposo, o pastor Felipe Heiderich." Fonte: http://vejatimon.com/bianca-toledo-comenta-acusacoes-ex-marido/

Assistam esse vídeo sobre as Falácias da Reversão Sexual, que são a razão para tanto viado, sapatão, gillette e trava se enfiar na igreja sabotando a si mesmos e deixando de viver suas biografias bem longe dessas loucuras homofóbicas, bifóbicas e transfóbicas.

Você pode apenas ouvir esse vídeo, porque ele funciona como um podcast, apesar de algumas imagens estáticas.




Atualização em 08/07/2016:

PSICÓLOGA EXPLICA PORQUE O 'DIAGNÓSTICO' RELATADO PELA PASTORA PARECE ESTAR EQUIVOCADO.

Veja o que diz a a psicóloga do Serviço do Apoio Psicológico do Hospital das Clínicas, Daniela Cardoso, fazer relação entre todos os transtornos e doenças apontados é um grande equivoco e que relacioná-los a homossexualidade é ainda pior. Ela diz entender que a pastora possa estar passando por um momento de dificuldade, que faça essas associações como modo de lidar com a dor e angústia, mas alerta para seus riscos.

Acesse aqui: http://sohmaisum.com.br/2016/07/07/psicologa-critica-pastora-por-associar-homossexualidade-transtornos-mentais/


ATUALIZAÇÃO EM 13/07/2016


Felipe Heiderich (antes e depois do manicômio e da cadeia)
fala sobre o que passou


Pastor acusado de pedofilia pela ex-mulher, a pastora Bianca Toledo, fala sobre o que passou. http://www.foradoarmario.net/2016/07/pastor-acusado-de-pedofilia-pela-ex.html




Comentários

  1. Perfeito Sergio!
    Pessoas como você deveriam estar no parlamento ❤

    Alex Spezzi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Alexandre.

      Abração,
      Sergio Viula

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.