Um fim de semana inesquecível na cidade do meu AMOR

Por Sergio Viula


Era dia 21, feriado de Tiradentes. Coincidentemente, Andre é de Minas Gerais - terra do mártir da Inconfidência. Havíamos reservado desde fevereiro uma passagem para mim, porque não sabíamos se ele conseguiria se mudar para o Rio antes disso. Felizmente, juntamos nossas escovinhas de dentes quase um mês antes. Por isso, precisamos fazer uma reserva para ele também. Assim, a viagem não foi mais Sergio-visita-Andre, mas Sergio-e-Andre-vistam-a-família.

Chegamos à Belo Horizonte no dia 21 de abril. O voo saiu pontualmente do aeroporto Santos Dumont e durou pouco menos de uma hora. Tão rápido que nem dá para cansar de ficar sentado.


Voamos pela TAM. Foi um voo perfeito.

Assim que chegamos, fomos direto para o hotel - o mesmo em que fiquei nos dias em que estive em Belo Horizonte pela primeira vez, que foi quando nós dois nos conhecemos. Andre ainda não havia se hospedado lá. Apenas passou rapidamente comigo para pegarmos alguma coisa a caminho da casa dele. Agora, as coisas eram diferentes. Passamos quatro pernoites no hotel, entrando na quinta e saindo na segunda-feira de manhã. Foi puxado ir para o trabalho logo depois de deixar as malas em casa, porque não deu tempo nem de trocar de roupa. Mas, valeu a pena o esforço.

André no saguão do hotel - Gisele perde... ^^


No quarto do hotel - simplicidade, mas absolutamente suficiente.


Cineart no Shopping Cidade

Depois de instalados e descansados, fomos ao Shopping Cidade e assistimos a estréia de O Caçador e a Rainha do Gelo. O filme foi simplesmente fantástico e deu o que falar por quase duas horas depois que saímos do cinema. Haja papo entre esses dois... Mas uma coisa ficou clara como mensagem central do filme: o amor é mais forte que a ganância, o ressentimento, a fome de poder. Agora, convenhamos, Ravena é a ESTRELA!!!! Mas, não sejamos precipitados, pois a Rainha do Gelo deu um banho também.


Rosangela (irmã), Andre e eu.

A família do Andre me recebeu muito bem em todas as casas onde estive. Foram três da família e uma de amigos. Não tinha como não me sentir em casa com tanto carinho e atenção. Visitamos cada casa duas vezes - uma na sexta e outra no sábado, porque um dia só era pouco para trocarmos tanta coisa boa.


Iolanda e Walter - pais do Andre

Andre tem duas mães e um pai. É uma história longa, mas muito interessante. Essa é a mãe Iolanda e esse é o pai dele, Sr. Walter. Duas pessoas maravilhosas que nos receberam muito bem nos dias em que estivemos na casa deles - um lugar super agradável. Saí de lá me sentindo filho também. E Dna. Iolanda chegou a dizer que já me considerava um filho. Então, não podia ter sido melhor!!! 



Estela (mãe) e Nayara (sobrinha)

Essa é a mãe Estela e Nayara - a linda e vibrante sobrinha do Andre. Não é a única, mas infelizmente não pude conhecer todos, porque alguns não estavam em BH no feriado. As duas visitas à casa de Estela também foram maravilhosas. Gente animada, hospitaleira e boa de papo. Também não podia ser melhor.

Aqui vai um agradecimento especial à Patrícia e José Jorge, Marília e Júnior. São primas do Andre com seus respectivos maridos. Foram espetaculares! Super hospitaleiros. Pena que esquecemos de tirar fotos com eles. Fica para a próxima, porque a gente volta. ^^


Arielly e Laressa, prima e sobrinha do Andre, respectivamente.



Figura impressa na calçada de uma rua próxima à Savassi.

Quando voltávamos das visitas aos familiares de Andre, encontramos pelo caminho essa mensagem no chão. Paramos, colocamos nossas mãos com as alianças que havíamos comprado pouco antes da primeira visita (sexta-feira, 22/04/16) e verbalizamos o desejo de que nosso amor só cresça a cada dia. E nem é preciso dizer que estamos fazendo acontecer, é claro. :) 

Dois rapazes passaram na hora em que nos abaixamos para fotografar. Um deles virou para o outro e disse: "Olha que legal!". O outro disse, sorrindo: "É mesmo...".  Depois, eu e André comentamos sobre como é bom inspirar pessoas até quando não estamos pensando nisso.



Nayla Brizard: famosa Drag Queen de Belo Horizonte.


Estivemos na boate Gis e amamos! Depois do show de Nayla Brizard, estivemos no camarim dela, onde tiramos essa foto. Ela foi super carinhosa e atenciosa. Estará no Rio em breve. Fiquem atentos/atentas. 

Na boate Gis, encontramos com Lenon (tirando a foto), 
Michael e Pedro.



Pouco antes de Andre se mudar para o Rio, Lenon e os meninos também estiveram com ele na Gis. Como Lenon estava tirando a foto, e não saiu acima, fica valendo essa aqui para recordação. :)

Lindas Carol Tarcia e Bárbara Costa - amigas do Andre que também encontramos na Boate Gis. Nem preciso dizer que são maravilhosas! ^^



Chafariz logo depois daquela inscrição do 'oráculo' no chão. 

Esse chafariz fica na região da Savassi. Lugar lindo, especialmente à noite. Não podíamos tanta luz e cor passarem sem um clique para recordar.

Rafael - Beb's Bar


Um dos lugares em que estive antes de conhecer Andre foi no Beb's Bar. Meu amigo Rafael trabalha lá. Ele acompanhou tudo que aconteceu entre a gente pelo Facebook. Passamos por lá para dar um abraço nele e para tomarmos umas cervejas bem geladas. O lugar é lindo, o preço é acessível e o serviço é impecável.


Nosso retorno foi a partir do aeroporto de Confins 
no dia 25/04/16 (segunda-feira).

Pelas fotos e pelo relato, já dá para perceber que o feriado foi mesmo o máximo e que a vida é muito mais gostosa quando a gente ama e quando as pessoas que a gente ama respeitam e celebram a nossa felicidade com a pessoa a quem o nosso coração se entregou.

Cartaz numa rua do centro de Belo Horizonte. Augusto de Lima se não me engano.


Enquanto caminhávamos para uma cafeteria em BH, vimos esse cartaz numa parede. Esse site existe mesmo www.guerrilhaqueer.com. Confiram.

E como a nossa revolução é a do beijo e do amor, eu não poderia fechar esse post sem deixar essa mensagem explicitamente desenhada aqui. Afinal, nada mais revolucionário do que o amor e nada mais poderoso do que o afeto demonstrado num beijo. 

Façamos (ess)a revolução!





Comentários