Curtidores de Bolsomico. Os primeiros bloqueados sem pena e sem saudades.


TCHAU, QUERIDOS!



Por Sergio Viula


Tenho uma política pessoal de amizade no Facebook que me leva a aceitar todas as pessoas que me adicionam, a menos que elas já tenham me bloqueado usando outros perfis ou tenham sido bloqueadas por mim devido a alguma atitude inaceitável para comigo.

Aliás, custo a bloquear alguém. Até mesmo alguns 'pentelhos' que outros amigos meus já teriam bloqueado - eles mesmos já me disseram isso - costumam ser poupados até um certo limite. Se passarem a ataques pessoais, então, entram para o seleto grupo dos que são candidatos a um sonoro 'block'. Caso contrário, ainda dou o benefício da dúvida.

Agora, depois que o Bolsomico fez aquele discurso necrosado, putrefato, e mais carcomido por larvas do que os cadáveres de alguns dos golpistas de 1964 (já comendo capim pela raiz há algum tempo), não posso admitir manter no meu círculo de amizades no FB gente que curte o que diz esse infame. 

Por isso, fiz uma rápida visitinha à pagina do Bolsotraste hoje, e depois de identificar 17 pessoas que estavam no meu círculo de amigos entre os que curtiram a página desse fascista, decidi por fim à minha própria condescendência: Curtiu, defendeu, promoveu ou relativizou o que diz esse inimigo da liberdade, da igualdade, da fraternidade, está fora. 

Certamente, não sentiremos saudades uns dos outros, porque não estamos juntos naquilo que é mais básico, mais fundamental, mais essencial, que é defesa irredutível das liberdades civis plenas e da igualdade de direitos na mais ampla diversidade de subjetividades.

Essas pessoas que agora não fazem mais parte do meu círculo podem ser cidadãos honestos e exemplares em muitos sentidos, mas são - na melhor das hipóteses - 'inocentes úteis'. E na pior das hipóteses, gente que sofre de sociopatias semelhantes às de seu apodrecido 'ídolo' fascista, bem como sua igualmente ridícula prole (três bolsofilhotes que aprenderam a mamar nas tetas do Estado democrático de direito só para sabotá-lo).

Nunca na história desse país, uma simples cusparada expôs tanta gente à luz do sol. Tem gente ridiculamente se apegando ao torpedo salivar do deputado Jean Wyllys para empurrar para debaixo do tapete tudo o que esse saco de giárdias, gritador de slogans de baixíssimo nível e saudosista das salas de tortura já disse e fez de mais absurdo dentro e fora do Congresso. 

Quantas pessoas infinitamente melhores do que ele e todos os seus aliados juntos sofreram e morreram por simplesmente quereren um país livre!

Bolsomico  rasteja viscosamente pela Câmara dos Deputados há cerca de 20 anos. Duas décadas de parasitismo - o que não pode deixar de ser reconhecido como um gravíssimo sintoma de desequilíbrio por parte daqueles que lhe conferem votos ou apoio.

Então, voltando aos meus (não)amigos que curtem a página desse desperdício de espaço ou que apoiam o que ele diz e faz, envio um retumbante "Tchau, queridos". Vocês não foram os primeiros e nem serão os últimos que eu deletarei do meu círculo, mas não lhes desejo mal. Na verdade, desejo que encontrem a felicidade que Bolsonaro provavelmente nunca viveu e talvez jamais venha a viver. Porque gente feliz não enche o saco. 

Ah, e não confundir o prazer sádico que ele parece demonstrar ao pisotear negros, mulheres, pobres e LGBT (só para citar quatro, já que ele pisa em muitos outros) com felicidade. Isso  é outra coisa.

Igualmente, quem extrai alguma excitação do rasteiro ato de curtir o que ele diz ou de aprovar e de compartilhar o lixo de seus pronunciamentos - com ou sem alguma ressalva - acaba revelando uma mórbida semelhança bolsonariana com o fascismo. Isso coloca tais pessoas, minimamente, no lugar de 'inocentes úteis' (pessoalmente, desprezo tais bobos) ou no lugar de sociopatas como ele (a esses, desprezo ainda mais). 

Não há como ser condescendente com quem ainda acha que homenagear torturadores num momento histórico e mundialmente assistido como foi aquele da votação do impeachment da presidenta Dilma no domingo passado é brincadeira. Fica pior ainda quando sabemos que ela mesma foi uma das vítimas desse algoz. 

Veja aqui quem foi Ustra - o sádico que mexe com o tesão de Bolsonaro.

Ser governo ou oposição é uma coisa. Tome o lado que você bem entender como sendo o mais correto. Agora, ser inimigo dos direitos humanos, das liberdades civis, do projeto democrático é outra. Não há como tolerarmos a promoção da misoginia, do racismo, da homofobia, da transfobia, da xenofobia e de outras posturas criminosas como essas. Tolerância zero para com tudo isso. E nunca é demais lembrar que nada disso pode ser considerado como opinião na economia dos debates racionais e construtivos que o Brasil precisa promover. 

Além de tudo isso, EU NÃO SOU OBRIGADO... simples assim.


Grafite (lugar não identificado). Fonte aqui


Comentários

  1. Vc é mesmo uma pessoa generosa, eu nunca vou tirar esses idiotas do meu círculo, porque sei que eles ficam muito phutos quando vêem os meus posts, VIVA JEAN, e aquele imbecil se destrói sozinho com aquela mente doentia dele. Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Vc é o máximo, Meire. Te adoro!

    Beijos,
    Sergio

    ResponderExcluir
  3. Esse sujeito é um psicopata e deviria estar afastado do convívio social. Infelizmente, também desfiz uma amizade, confesso que está sendo difícil, pois, como disse era uma amizade de anos, mas, não dá para manter contato, nem virtual com ima pessoa que é capaz de relativizar as atitudes dessa besta fera e ainda igualar as ações dele e do Jean. Enfim, uns se vão, outros vem, assim é a vida. Parabéns pelo texto. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Excelente texto. Adorei. #forafamíliabolsonaro

    ResponderExcluir
  5. Cara, você sempre conciso e lógico naquilo que expõe! Eu também,assim como vc, não gosto de excluir" amigos" da minha página. Mas, contudo, todavia não posso de forma alguma manter incólume o indivíduo que curti ou minimiza as barbaridades e atrocidades que o energúmeno do bolsobosta escarra pelo comedor de lavagem dele!!! Não posso, cara, ficar alimentando amizades, usando suas palavras, com inocentes inúteis. Onde prevalece a cegueira mental e a diarreia verborrágica!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Barros Filho.

      Feliz em receber esse comentário tão encorajador.

      Abração,
      Sergio

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.