O amor de farda: dois policiais se casam na Espanha

Os noivos se beijam depois da cerimônia
A notícia vem do famoso jornal espanhol El País. Os policiais do Corpo Nacional de Policía, Chema e  Jonathan, disseram sim um ao outro no primeiro casamento tornado público entre membros dessa instituição.

Provavelmente, não foram os primeiros policiais a se casarem, uma vez que o casamento igualitário já vigora na Espanha há 10 anos, mas o casal diz que "se serve para que as crianças que sofrem bullying [assédio moral] no colégio por sua condição sexual vejam que é algo normal, o sentimento está aí, que se faça visível depende de quem queira se dar conta do fato. Não é nada que tenhamos que ocular por pertencer a uma corporação ou outra."


Os noivos posam para fotos depois da cerimônia

Chema diz que os dois se aproximaram quando Jonathan estava passando por um período difícil e que a partir daí iniciaram uma relação que se converteu em matrimônio no sábado passado, 05 de setembro de 2015.

Ele acrescentou que o casal havia renunciado ao casamento na igreja, mesmo que essa passasse a celebra-lo entre casais homoafetivos, porque apesar dele ser católico, seria muito difícil convencer seu marido, que é "o agnosticismo em pessoa".


Chema e Jonathan durante a cerimônia

A lua-de-mel será uma viagem de uma costa à outra dos Estados Unidos desde Seatle até San Diego.

O Blog Fora do Armário deseja felicidades a esses dois lindos!

Comentários

  1. Felicidades mesmo, adorei !! estamos em todos os lugares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Gerson. É fazendo a diferença no melhor dos sentidos. 💪❤️

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.