Internauta é condenado por compartilhar ofensas e ameaça de morte contra Jean Wyllys

Internauta é condenado por compartilhar ofensas e ameaça de morte contra Jean Wyllys

                    Deputado Jean Wyllys

Uma decisão exemplar da justiça de Natal condenou o internauta Márcio Gleyson Damasceno por compartilhar ofensas e ameaça de morte contra o Deputado Federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) nas redes sociais. A decisão foi homologada pela 2ª Vara Federal de Natal/RN em audiência ocorrida hoje, dia 04 de setembro de 2015.

No dia 22 de abril de 2013, Márcio Gleyson escreveu em seu perfil no Facebook, ao compartilhar uma matéria do Sensacionalista: “Eu falei do Deputado Federal Endemoniado Jean. Se Deus não matar esse infeliz, eu mesmo vou mata-lo pessoalmente. Querem respeito Desrespeitando as LEIS DE DEUS, E OS PRINCIPIOS DA BÍBLIA SAGRADA. Mas rapaz, quem vai virar Homofócio agora sou eu.”

Por estas ofensas, Damasceno deverá prestar serviços comunitários por oito meses, sete horas por semana, na Sociedade Viva, que cuida de homossexuais em situação de risco no município de São José de Mipibu, a 45 km. de Natal.
 
A decisão da justiça de Natal está respaldada nos artigos 140 e 139 do Código Penal que representam os dois principais crimes contra a honra: “caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”; e “difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação”. Quem compartilhar crime contra honra também responderá pelo mesmo crime.

O Deputado reafirma o seu compromisso com a liberdade de expressão, mas não aceitará em silêncio as atitudes criminosas e fascistas que estão tomando conta da internet. Falar mal e criticar é direito de todos. Criar ou compartilhar crimes não.


Via assessoria do Deputado Jean Wyllys


Comentários

  1. Excelente! Se cada um tomasse conta da sua própria vida, haveria menos violência. Mas como tomar conta da vida dos outros, fazer fofoca com intenção de difamar o próximo e atacar pessoas que divergem da forma de pensar da maioria virou uma prática na sociedade brasileira, a violência só tem aumentado, principalmente a verbal. Mas muitas vezes o que se diz com intenção de destruir a pessoa psicologicamente, acaba incentivando a violência física. Muita gente desequilibrada, fanática ao extremo em suas vãs filosofias, principalmente religiosas e políticas, que não tem um pingo de compaixão, acaba cometendo atos bárbaros motivados pelo que muitos covardes dizem por aí. Se a justiça agir assim, com a mesma severidade – como no caso do internauta Márcio Gleyson Damasceno que compartilhou ofensas e ameaça de morte contra o Deputado Federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) nas redes sociais – em todo território brasileiro, as coisas tendem a mudar. Nem que seja pelo medo de ser punido, o cidadão vai pensar algumas vezes antes de acusar sem provas e ameaçar a integridade física ou psíquica dos outros.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.