Três anos depois, os assassinos de Lucas Fortuna são finalmente condenados

Lucas Fortuna, assassinado aos 28 anos



Por Sergio Viula
Os assassinos de Lucas Fortuna estavam presos desde 2012, mas agora foram finalmente condenados. A conclusão do inquérito foi de roubo seguido de morte (latrocínio), como explica bem o Diário de Pernambuco:


Contudo, o pai do jovem assassinado, Avelino Fortuna, diz que o filho não foi morto num típico assalto, mas por motivação homofóbica, diz que ele foi morto por ser gay assumido, como destacado pelo G1:


Enquanto o crime de ódio contra cidadãos sexodiversos e/ou transgêneros não for tipificado, sempre será necessário tipifica-lo de uma outra maneira: lesão corporal, latrocínio, crime passional. O pai do Lucas tem razão: na mente dos assassinos, o fato de Lucas ser gay foi preponderante. E na cabeça desses criminosos geralmente reside a ideia fixa de que gays devem morrer e que fazer algum dinheiro em cima da morte deles não será nada mal. Só que dessa vez, esses dois assassinos pagaram bem caro por isso. 

Infelizmente, nada trará Lucas de volta.

Comentários