Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

O culto da mãe perfeita é diabólico, diz Elisabeth Badinter

Imagem
Nota: Desculpem. Havia posto o link errado. Agora está OK. Aproveitem a entrevista.

Simplesmente fantástica essa entrevista com a filósofa e escritora Elisabeth Badinter. Assista aqui: http://veja.abril.com.br/multimidia/video/o-culto-da-mae-perfeita-e-diabolico-com-as-mulheres-afirma-elisabeth-badinter/

Veja o resultado de uma enquete sobre literatura lésbica feita no Dia da Visibilidade Lésbica

Imagem
No Dia da Visibilidade Lésbica, 29 de agosto de 2005, lancei uma enquete através do bate-papo do Grupo de Literatura com Temática LGBT no Facebook. A pergunta era simples e direta:

"VC já leu algum livro com tema lésbico? Lembra do nome e da autora/autor? #visibilidadelésbica"

A pergunta foi enviada para 200 pessoas, divididas em quatro grupos de 50. O resultado foi fechado no dia seguinte. Veja o que foi encontrado:


No grupo 1:

SETE pessoas responderam, mas só UMA tinha lido e era uma mulher. Vários livros foram citados pelos outros participantes e todos eles eram off-topic. Houve uma discussão acalorada entre dois participantes que chegaram a se estranhar, porque um criticava o descaso da comunidade LGBT para com seus autores, especialmente os mais recentes. Os livros lésbicos citados nesse grupo foram:





Livros lidos citados no grupo:

All Star xadrez, de Dandara Pinheiro
As rosas e a revolução, de Karina Dias

Um dos participantes nem sabia por que estava naquela conversa. Pelo j…

Comemorando o Dia da Visibilidade Lésbica 2015 com a primeira entrevista de Kátia Viula, a irmã lésbica do ex-pastor que acreditava em "cura gay"... É babado!

Imagem
O Dia da Visibilidade Lésbica é 29 de agosto (hoje). Estamos no ano de 2015, mas essa é a primeira entrevista publicada com Katia Viula. O Blog Fora do Armário se sente muito honrado em poder publicá-la e espera que os leitores curtam.


Katia Viula e Sergio Viula com Marisa LGBT num sarau muito purpurinado
Sim, de três filhos, nossos pais tiveram dois homoafetivos... "tá dominado... tá tudo dominado..." hehehehe
Agora, minha leitora e leitor babadeiros, vejam o que essa sapinha cada vez mais sapeca tem a dizer. Beijo da biba veterana.   
Katia Viula e Sergio Viula na 6ª Caminhada da Visibilidade Lésbica em Copacabana

Fora do Armário: Como você lidou com sua sexualidade ao longo da vida? Você não se assumiu lésbica desde cedo. Conte-nos um pouco sobre isso.

Katia Viula: As convicções religiosas fundamentalistas que desenvolvi ao longo da vida me reprimiram sexualmente. Isso aconteceu devido à educação cristã machista e patriarcal que tive que educa as filhas desde cedo para reprodu…

Criador e criatura: Vilser Vaittim em entrevista e novas tirinhas

Imagem
Conheci o trabalho do Vilser através da divulgação do blog dele e depois continuei curtindo e compartilhando pelo Facebook.

Agora, ele preparou uma minissérie muito fofa que começa com um pai e seu filho gay conversando sobre o namorado do filho ir jantar com eles. Fiquei tão empolgado que solicitei essa entrevista e ele carinhosamente a concedeu. Espero que os leitores do Blog Fora do Armário curtam e compartilhem.


E ao Vilser, meu muito obrigado e torcida por sucesso nesse trabalho tão gostoso de ler e tão necessário para abrir mentes fechadinhas e divertir aquelas que um dia se abriram para nunca mais voltarem ao velho formato hermético e diminuto.

Com vocês, Vilser e seus quadrinhos: criador e criatura juntos aqui.


Fora do Armário:Como surgiu a ideia de fazer tirinhas com temática LGBT e há quanto tempo você tem realizado esse trabalho? 


Vilser Vaittim: Eu sempre fui fã de quadrinhos de todos os tipos, desde os de humor, passando pelos mangás, até os de super-heróis. Faço rabiscos e …

Parada do Orgulho LGBT 2015 em Juiz de Fora, MG, e eventos diversos

Imagem

1ª Semana de Integração LGBT: veja como foi até agora

Imagem
Foi realizado na UFRRJ Campus Nova Iguaçu / IM

CMDS / Mesquita participa da 1ª Semana de Integração LGBT.

A série de palestras realizadas na UFRRJ Campus Nova Iguaçu - através do GRUPO DIVERSIDADE - tem como finalidade conscientizar e sensibilizar os professores para a necessidade e a importância de se levantar a discussão sobre a cidadania e direitos humanos das pessoas LGBTs, pois a informação é única forma de combater a discriminação e a homofobia no ambiente escolar. 

A Coordenadoria de Políticas para a Diversidade Sexual de Mesquita teve a honra de levar sua contribuição através da sub Coordenadora, Marisa Justino.






Três anos depois, os assassinos de Lucas Fortuna são finalmente condenados

Imagem
Lucas Fortuna, assassinado aos 28 anos


Por Sergio Viula
Os assassinos de Lucas Fortuna estavam presos desde 2012, mas agora foram finalmente condenados. A conclusão do inquérito foi de roubo seguido de morte (latrocínio), como explica bem o Diário de Pernambuco:

http://blogs.diariodepernambuco.com.br/segurancapublica/?p=8890
Contudo, o pai do jovem assassinado, Avelino Fortuna, diz que o filho não foi morto num típico assalto, mas por motivação homofóbica, diz que ele foi morto por ser gay assumido, como destacado pelo G1:
http://g1.globo.com/goias/noticia/2015/08/condenacao-de-reus-nao-satisfaz-pai-de-jornalista-morto-foi-homofobia.html
Enquanto o crime de ódio contra cidadãos sexodiversos e/ou transgêneros não for tipificado, sempre será necessário tipifica-lo de uma outra maneira: lesão corporal, latrocínio, crime passional. O pai do Lucas tem razão: na mente dos assassinos, o fato de Lucas ser gay foi preponderante. E na cabeça desses criminosos geralmente reside a ideia fixa de que ga…

Parada LGBT de Madureira 2015: domingo, 30 de agosto

Imagem
Descobri por acaso, depois de almoçar num restaurante próximo da assistência técnica autorizada do meu celular, quando fui buscá-lo ontem em Madureira.

A Parada do Orgulho LGBT de Madureira será no próximo domingo, 30 de agosto. A concentração é perto do Shopping dos Peixinhos, em frente ao MC Donald's que fica na descida do viaduto e perto da Papa G.

Compareçam, seus lindos e suas lindas.

Fonte das  fotos do jornal Folha da ACM (Assoc. Comercial de Madureira).

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro: Sexualidade diversa? Vamos conversar sobre a influência da religião dentro de sala de aula.

Imagem
Não percam, garanto que vai ser muito produtivo e instigante.
Haverá outras pessoas à mesa.
Esse cartaz foi produzido pelos próprios organizadores do evento na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 18 de setembro às 18:00 Entrada franca Envie seu e-mail para aausa.ufrrj@gmail.com confirmando sua presença. Não esqueça de informar seu nome e de outras pessoas que você pretenda levar ao evento.

Local:

Local: 
UFRRJ (conhecida como Universidade Rural) - BR 465, Km 7 - Zona Rural - Seropédica.

Veja mapa do local aqui: https://www.google.com.br/maps/@-22.763405,-43.688174,16z



1ª Opção: Utilizar os ônibus CENTRAL–SEROPÉDICA ou CASTELO–SEROPÉDICA, da Viação Real Rio. O primeiro sai do Terminal Américo Fontenele, na Central do Brasil, e o segundo do Terminal Menezes Cortes, no Castelo.

2ª Opção: Pegar o trem saindo da Estação Dom Pedro II (Central do Brasil). Nesse caso, deve – se desembarcar em Campo Grande e tomar, próximo a Estação Ferroviária (Rua Campo Grande), um dos seguintes ônibus da E…

Incesto materno como "cura gay"?

Imagem
A reporter Lizzie Dearden, em uma matéria feita para o The Independent, importante jornal britânico, fala sobre a situação dos homossexuais indianos em famílias extremamente hostis.

Ironicamente, a Índia foi dominada pelos ingleses entre 1788 e 1914 - o que deixou um saldo simultaneamente positivo e negativo, com proporções diferentes, é claro, para ambos os países a partir de suas interações políticas, econômicas e culturais.

Entre os ganhos para a Índia, podemos citar a democracia, o sistema republicano, o incremento da ciência e da tecnologia, as noções de direitos humanos, apesar destas ainda precisarem ser ampliadas exponencialmente.

Entre as perdas para a nação de Gandhi, podemos destacar a incorporação de muitos dos conteúdos moralistas vitorianos da Inglaterra do século 19, incluindo a pretensão do Império Britânico, com o apoio da Igreja Anglicana de antanho, de controlar as relações entre os indivíduos, inclusive em relações consensuais entre quatro paredes.

A cama que era a…