Suprema Corte dos Estados Unidos proibe "cura gay" para menores



Parabéns à Suprema Corte dos Estados Unidos por proibir o uso das famigeradas e fraudulentas "técnicas de cura gay" em menores de idade. Isso é uma questão de proteção aos direitos da criança e do adolescente e à sua integridade física e mental.

IMPORTANTE: Está liberada para adultos, não porque seja eficaz, mas porque o adulto não é compelido à força a se submeter a essas práticas. Acredito que ainda chegaremos à proibição dessa prática por ser charlatanismo, mas é preciso entender o contexto dessa discussão e da petição feita à Suprema Corte. A base foi a do suicídio de crianças e adolescentes que se suicidaram por serem submetidos a essas práticas. Adultos têm outro tipo de autonomia. Não são obrigados. É preciso entender o processo envolvido nisso. Leia mais aqui: O próprio presidente Barack Obama pediu que se proibissem as ‘terapias de conversão’ para menores, depois do suicídio de Leelah Alcorn, adolescente transgênero que foi constantemente rejeitada pelos pais e submetida a “tratamento”.

O jornal O Globo publicou matéria sobre a decisão da mais alta corte americana, valendo para todo o território dos EUA: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/05/suprema-corte-americana-proibe-terapia-para-jovens-gays.html

Para entender o que fazem esses "curandeiros" de gays, ouça esse podcast que eu produzi há algum tempo. Você não precisa assistir. Pode deixar tocando enquanto navega pela internet ou viaja indo ou vindo do seu trabalho, escola, etc. https://www.youtube.com/watch?v=yiSNLQZfPfI



Agora, eu quero ver o Malacraia tentar usar os EUA como álibi para suas loucuras. Chupa, filho da pulga do carvalho. Os entendidos entenderão. #fimdacuragayjá!

Comentários