Luxemburgo celebra seus primeiros casamentos homoafetivos

Começam os primeiros casamentos homoafetivos em Luxemburgo


Fonte: Pink News
Tradução (com leves adaptações): Sergio Viula
 

Os primeiros casais homoafetivos contraíram matrimônio em Luxemburgo – e o primeiro-ministro do país, que é gay assumido, não vai demorar a fazer o mesmo.

Luxemburgo é o único país no mundo cujo primeiro-ministro, Xavier Bettel, e o vice-primeiro-ministro, Etienne Schneider, são gays.

O pequeno país europeu, cuja população é de apenas 550 mil pessoas, aprovou o casamento igualitário por uma impressionante maioria de 56 contra 4 votos em junho de 2014, e a lei entrou em vigor ontem (01 de janeiro de 2015) com pouquíssima oposição.

Jean Paul Olinger e Henri Huber foram os primeiros a casar
Jean Paul Olinger e Henri Huber, que foram o primeiro casal a firmar a parceria civil em 2004, fizeram história novamente como o primeiro casal homoafetivo a contrair núpcias.

O primeiro-ministro Xavier Bettel não deve ficar para trás, pois ele planeja casar-se com seu parceiro Gauthier Destenay “em breve”.

O Sr. Bettel disse em agosto: "Ele me pediu, e eu disse sim. Não posso dar a data, porque não é oficial ainda."

Luxemburgo ficou atrás da Escócia por dias, pois lá os casamentos aconteceram logo depois da meia-noite de 31 de dezembro.

Nos Estados Unidos, a Flórida começará a celebrar casamentos homoafetivos na próxima semana, quando uma decisão judicial derrubando a proibição feita por aquele estado entra em vigor.

Comentários