Pastor anti-gay queria dar uma chupadinha e se f+deu

Pastor anti-LGBT é preso depois de assediar homem desconhecido


Fonte:  AQUI

Traduzido com poucas adaptações por Sergio Viula


e
Gaylard Williams, pastor da Praise Cathedral Church of God, preso por assediar sexualmente um homem




Um ministro evangélico em Seymour, Indiana (EUA) foi preso por assediar sexualmente um homem de 27 anos num parque.

O homem alegou que Gaylard Williams, 59 anos, que atua na Praise Cathedral Church of God, pegou em sua genitália no Lago Cypress semana passada.
 

O incidente aconteceu em 12 de dezembro, enquanto a vítima estava estacionada no lago. O pastor Williams se aproximou do veículo e pediu que o homem abaixasse a janela do carro. Quando o homem atendeu, o pastor se inclinou para dentro do carro e pegou em suas genitais, pedindo sexo oral.



De acordo com a polícia, Williams fugiu da cena depois que a vítima disse que ele tinha "escolhido a o cara errado" e parecia estar procurando uma arma. Depois que o pastor fugiu, a vítima relatou o incidente à polícia, fornecendo-lhes o número da placa do carro de Williams.

A polícia procurou Williams e quando o pegaram, o ministro estava com pornografia gay no carro. Estranhamente, a igreja do pastor Gaylard Williams prega mensagens anti-gay, dizendo aos membros que "glorifiquem a Deus em seus corpos e evitem cumprir a lascívia da carne" e também diz que o casamento gay é pecado


O pastor Williams compareceu à corte na terça-feira pela manhã e foi condenado. Por agora, ele está livre, depois de pagar uma fiança de 335 dólares.

Foto da igreja no Google Maps



--------------------
COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

1. O pastor não foi preso porque gosta de rola. Ele foi preso porque avançou sexualmente sobre uma pessoa (não importa se é homem ou mulher) sem consentimento;

2. Além de ter sido sem consentimento, foi em lugar público. Claro que é uma delícia transar ao ar livre, mas isso geralmente é contra a lei. Olho vivo, turma dos parquinhos e banheirões;

3. Ter pornografia geralmente não é crime nos EUA, mas o fato de ter pornografia gay no carro confirmou a denúncia do cara que se sentiu ultrajado com o assédio sexual, especialmente quando descobriram que ele é pastor. Não se espera que um pastor anti-gay goste de ver gays trepando, mas é  que mais tem, minha gente! Ah, se não fosse o anonimato das salas de bate-papo, das câmeras ao vivo, do XVideos e outros sites semelhantes! Ficaríamos impressionados com os santarrões que não passam um dia sem fazer duas coisas: pegação e discurso de ódio. Convencem a congregação de que os LGBT são uma ameaça à humanidade, mas não passam um dia sem gozar com essas mesmas "criaturas infernais";

4. O mais curioso nessa história toda é que ele prega contra as relações homoafetivas, os direitos LGBT e até contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas adora pornografia e pegação. Uma coisa é certa: ele deve aumentar a receita financeira da igreja cada vez que se arvora defensor da "moral cristã", da "família" e dos valores dos pais fundadores da "América", mas ei-lo ali no parque, perto do lago, em plena luz do dia, em lugar público, assediando um homem desconhecido, porque estava louco para cair de boca na verga alheia.

Até quando gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis e até mesmo heterossexuais vão continuar dando ouvidos a esse tipo de pregação. No caso dos LGBT que submetem a isso, negando sua própria natureza, afetividade, erotismo e identidade. No caso dos heterossexuais, tornando-se insuportáveis, agindo como fantoches nas mãos de manipuladores, deixando de curtir seu próprio corpo por causa de ideias como "escolhi esperar" ou "masturbação é pecado" ou "melhor casar-se do que abrasar-se" e por aí vai. Para se submeter a pessoas que sabem que essas pregações não passam de embuste? 

Acredito que gente sinceramente enganada possa fazer o caminho da submissão a essas pregações doentias, mas depois de um tempo e com alguma dose de honestidade, não há outra alternativa senão o abandono disso tudo e a emancipação total. Ficar na mesma é revelar-se um hipócrita sem escrúpulos e correr o risco de ser pego com a mão na massa - mais cedo ou mais tarde.

Aliás, depois de tantas demonstrações absolutamente evidentes e inquestionáveis das falácias dessas pregações e do completo fracasso de grupos de "terapia" de conversão, fico me perguntando como é que ainda tem gente que cai nessa? Pior: como tem gente que depois de cair nessa e perceber a estupidez de tudo isso ainda continua ali repetindo o mesmo "mantra" anti-gay, auto-homofóbico ou auto-transfóbico? Como é que tem gente que ainda casa com pessoa de outro sexo, sabendo-se homossexual, só para se adequar às exigências desses fundamentalistas e outros conservadores? Como é que ainda tem cônjuge heterossexual que acredita que seu parceiro homossexual enrustido, submetido a tudo isso, seja heterossexual ou esteja completamente satisfeito sem buscar nenhuma "compensação" extraconjugal por aí?


Ah, como eu queria - honestamente, queria mesmo - que todas as pessoas, independentemente de sua orientação sexual ou identidade de gênero, lessem EM BUSCA DE MIM MESMO.

Orgulho-me algumas coisas na vida. Uma delas foi de ter saído do armário em grande estilo, por decisão própria, por convicção pessoal de que tudo aquilo não passava de um completo e terrível engano. Como sou feliz por ter me levantado, saído dessa loucura toda sem olhar para trás. Enquanto isso, tem esse bando de hipócritas inveterados que só param de falar merda contra as pessoas LGBT quando são flagrados fazendo exatamente tudo aquilo que condenam. Pior, alguns deles foram pegos cometendo crimes sexuais, coisa que a esmagadora maioria dos LGBT jamais faria, porque são gente resolvida e cidadãos éticos que lutam contra abusos dessa ordem e de outros tipos.







https://www.facebook.com/pages/Livro-de-Sergio-Viula-Em-Busca-de-Mim-Mesmo/332188216833888?sk=app_206803572685797

SOBRE CASAMENTO HOMOAFETIVO, VALE A PENA LER ESSA MATÉRIA DA REVISTA NEWSWEEK- "O CASO CONSERVADOR A FAVOR DO CASAMENTO GAY".

-----------------------------------------
-------------------------
---------
--
-

Comentários

  1. Eu já tinha falado isso e repito: Os mais homofóbicos geralmente são os não resolvidos, aqueles que odeiam o que são, não se aceitam e não admitem que pessoas saiam do armário e vivam a sua sexualidade plenamente, amando-se e respeitando-se como são e pelo que são.

    ResponderExcluir
  2. Um reflexão sobre o comportamento dissimulado de muitos líderes religiosos que incitam o ódio e a perseguição àqueles que não se enquadram nos padrões que esses mesmos líderes estabelecem a partir da interpretação descontextualizada que fazem de algumas passagens bíblicas. https://www.youtube.com/watch?v=6KgdDRBXNvE

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.