Ano Novo no Rio: Policiamento especial contra a homofobia

PM fará policiamento especial para combater casos de homofobia no Réveillon do Rio

Policiamento diferenciado já ocorre há seis anos no Carnaval da cidade

Da Agência Brasil
 Policiamento diferenciado já ocorre no carnaval desde 2008 Diego Assis / Agência O Dia / Arquivo 
 
A Polícia Militar fará policiamento preventivo voltado para a população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) durante a festa de Ano-Novo. Ao todo, oito cidades do estado serão atendidas: Rio de Janeiro, Niterói, Maricá, São Pedro da Aldeia, Armação dos Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo e Rio das Ostras.

A ação é fruto de parceria entre as secretarias de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos e de Segurança. O coordenador do Programa Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, explicou que esse tipo de policiamento diferenciado já ocorre há seis anos durante o carnaval.

— Com essa iniciativa, queremos dar mais segurança para a população LGBT do nosso estado, bem como aos turistas que virão passar o Ano-Novo por aqui e que nessas épocas de grande aglomeração acabam ficando mais vulneráveis a ataques homofóbicos.

Ele adiantou que haverá equipe de plantão do Programa Rio Sem Homofobia no período para receber e encaminhar possíveis denúncias de violência para que a polícia possa atuar rapidamente.

A polícia dará prioridade aos pontos de grande concentração, como a Praia de Copacabana, as festas organizadas pelo movimento LGBT e os  locais com histórico de agressão a essa população.

Fonte: R7

Comentários