Boletim Semanal do Deputado Federal Jean Wyllys





Esclarecimentos - Lei João Nery

O meu trabalho em defesa de crianças e adolescentes durante estes três anos e meio de mandato durante o qual fui vice-presidente da CPI da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, teve também a preocupação com um grupo de crianças e adolescentes que a sociedade faz de conta que não existe: as crianças e adolescentes transexuais. Sim, pois, como ressalta Arnaldo Antunes na letra de sua canção, "saiba, todo mundo teve infância: Maomé já foi criança". Ou seja, assim como ele, vocês e qualquer um, nós - gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais - também já fomos crianças e tivemos infância!
O meu Projeto de Lei 5002/2013 que é tema do programa de TV que vai ao ar hoje no horário eleitoral, e que você pode ver aqui, em primeira mão, é também para defender a saúde mental e física destas crianças e adolescentes transexuais, garantindo a elas o direito à identidade de gênero e ao processo de transexualização. Notem: NEM TODAS AS CRIANÇAS E ADOLESCENTES SÃO TRANSEXUAIS - logo, o projeto não se refere a todas as crianças e adolescentes - MAS EXISTEM CRIANÇAS E ADOLESCENTES TRANSEXUAIS (logo, o projeto se refere apenas a estes últimos). Batizei-o como projeto João W Nery em homenagem ao primeiro transexual a passar por este processo no Brasil, que é um processo que faz com que a pessoa adeque o corpo no qual nasceu à sua identidade de gênero (ou, seja, à maneira como ela se enxerga e se expressa no mundo). Garantir estes direitos não só aos transexuais adultos, mas também às crianças e adolescentes transexuais, se faz necessário porque a transexualidade se manifesta muito cedo na vida de uma pessoa. É claro que nem todas as crianças e adolescentes são transexuais, volto a ressaltar, mas há aquelas que são (vocês já devem ter lido sobre a história do Shiloh, filho da Angelina Jolie, por exemplo); e estas precisam de atenção e cuidado específicos além dos cuidados que devem ser dispensados a quaisquer outras crianças e adolescentes. É sempre importante lembrar que este ano o menino Alex, de apenas 8 anos, foi espancado até a morte pelo pai para que 'tomasse jeito de homem'. Alex apenas gostava de dançar e lavar louça. Imaginem, portanto, a que violências podem estar submetida uma criança ou adolescente transexual.
Não é raro grupos de fundamentalistas e fascistas usarem de má-fé pra deturpar os meus objetivos e dizer que este projeto vá "liberar" o processo ou "obrigar" todas as crianças e adolescentes do Brasil a se submeterem aos procedimentos de transexualização. Ora, qualquer pessoa com meio neurônio, ao ler uma acusação destas, só pode ter como reação rir dessas deturpações grotescas! Mas há quem espalhe mentiras e boatos como estes sem se aprofundar no tema e sem tentar entender a verdade.
Então, para que fique claro: ninguém será obrigado a fazer cirurgia porque o projeto não impõe a cirurgia compulsória para ninguém. O projeto assegura como lei algo que, inclusive, já está devidamente regulamentado através das portarias Nº 233/10, do Ministério de Planejamento, e a Nº 1.707, do Ministério da Saúde, além de estabelecer uma série de acréscimos e critérios fundamentais para que as pessoas trans possam exercer plenamente os seus direitos; saiba aqui mais detalhes. A lei analisa e leva em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da criança e do adolescente, de acordo com a Convenção sobre os Direitos da Criança; a Lei também garante a participação dos representantes legais da Criança e do Adolescente no processo, impedindo que qualquer decisão seja tomada sem o consentimento informado da pessoa que ainda não tenha 18 anos. 
Como todo tema complexo, difícil de reduzir em poucas palavras, o conteúdo do PL João W Nery é passível de ser distorcido pelos canalhas de sempre, que usam de má fé para confundir as pessoas. Por isso, para não ser enganado, recomendo a você: se quiser saber o que o projeto diz, baixe aqui o texto na íntegra e leia não apenas o texto da lei proposta, mas também seus fundamentos.

Visibilidade de Mulheres Lésbicas e Bissexuais

Nesta sexta, no Rio, Jean Wyllys participa do Cine-debate "Visibilidade de Mulheres Lésbicas e Bissexuais" em que haverá a discussão e conscientização em torno de questões e identidades de mulheres lésbicas e bissexuais. Será uma combinação de debate com programa cultural. Após a exibição do documentário “Invisibilidade Lésbica” acontece o debate sobre os desafios que as mulheres lésbicas e bissexuais enfrentam em suas vivências cotidianas tanto em âmbito privado quanto coletivo.
Onde: Casa Nuvem
Horário: 17:00 h
Endereço: Rua Morais e Vale 18, Centro.
Ponto de referência: Próximo ao Beco do Rato
Não fique de fora! 

Faça a sua doação e nos ajude nesta campanha

Preciso MUITO da ajuda de todos e todas vocês que acompanham o meu mandato, curtem a minha página e participam cada dia dos debates que realizados aqui para fazermos uma campanha bonita e mostrar que é possível enfrentar “a força da grana que ergue e destrói coisas belas”. Muit@s de vocês relatam aqui que não votam no Rio de Janeiro, Estado pelo qual eu sou candidato à reeleição para o cargo de deputado federal, e que gostariam muito de contribuir de alguma forma com a nossa campanha.
Se vocês acreditam que eu estou conseguindo representá-l@s no parlamento e se vocês quiserem e puderem, uma das formas de ajudar é doando qualquer quantia financeira para a nossa campanha. Acesse a nossa página de arrecadação de fundos pela internet para saber mais informações de como fazer uma doação!
No final da campanha, eu prestarei contas públicas do que foi feito com esse dinheiro. Posso contar com a ajuda de vocês para espalhar essa ideia?

Zélia Duncan é uma de nós!

A cantora Zélia Duncan é #UmaDeNós desde o começo e mais uma vez ela declara seu apoio a Jean Wyllys, candidato à reeleição como deputado federal pelo Rio de Janeiro pelo PSOL. A Zélia também acredita na defesa do ser-humano que quer ser livre, quer viver e deixar viver. Assista aqui ao vídeo de apoio gravado por ela.
Declare seu apoio a nossa campanha também! Acesse o nosso site, saiba como enviar seu vídeo e outras formas de espalhar a nossa ideia por aí. jeanwyllys5005.com.br

Estado laico e a garantia da sua liberdade

Se você é uma ou um de nós e acredita que só o Estado laico pode garantir o direito das pessoas que professam alguma fé e também das pessoas que não creem em divindade alguma; que acredita que a defesa da laicidade do Estado é fundamental para estender a cidadania a minorias religiosas e sexuais e respeitar as liberdades individuais de tod@s os cidadãos e cidadãs, compartilhe esse vídeo e ajude a espalhar essa mensagem!

Pobreza, exploração sexual e redução da maioridade penal: o problema é o filho dos outros?

A desumanização dos mais pobres tem servido, há muito tempo, como justificativa para diversos crimes. E então, o problema é só com o filho dos outros? Jean Wyllys coloca o dedo na ferida em mais um pequeno drops de informação, que você pode assistir aqui.

Pode ajudar? Venha ser um ou uma de nós!

Se você puder doar alguns minutos do seu dia e se juntar a nós nas ações de panfletagem, será muito bem vind@, venha conosco. Seja um ou uma de nós! Há várias ações já programadas, e em breve divulgaremos as ações para a segunda semana de setembro!
Morando ou não no Rio de Janeiro, Estado em que o Jean Wyllys é candidato a deputado federal, você também pode colaborar com nossa campanha de outras formas.jeanwyllys5005.com.br

Comentários