MESQUITA CELEBRA A DIVERSIDADE SEXUAL (fotos) - Parada da Diversidade Sexual, 18 de maio

MESQUITA CELEBRA O ORGULHO LGBT

Parceria entre a AGANIM (Associação de Gay de Nova Iguaçu e Mesquita) e a Prefeitura da Mesquita rende bons frutos


Esta semana, o município de Mesquita, na Baixada Fluminense, está comemorando o Orgulho LGBT. A cidade está promovendo diversas atividades, culminando com a Parada do Orgulho LGBT de Mesquita no domingo, dia 18 de maio. A Primeira Parada da Diversidade Sexual, como é chamada, foi realizada em 2008. Em 2013, ela mobilizou 80 mil pessoas – o que é um número expressivo para um município tão jovem.

Entre as atividades que celebram a diversidade sexual essa semana, encontra-se a I Feira de Literatura LGBT, realizada neste 14 de maio, e que contou com uma mesa para abordar o seguinte tema: Literatura LGBT: uma ferramenta de libertação, empoderamento e  visibilidade.

Sergio Viula fazendo uma apresentação em Data Show.

Da esquerda para a direita: Luiz Gustavo, Marcio Retamero, Léo Rossetti e Sergio Viula


O trabalho foi moderado por Léa Carvalho, da Editora Metanoia, e contou com a presença deste blogueiro (Sergio Viula) e do poeta Leo Rossetti.

Em seguida, o Rev. Marcio Retamero, pastor inclusivo e o historiador Luiz Gustavo  falaram sobre Diversidade sexual e Diversidade Religiosa na perspectiva do Estado Laico, sob a moderação de Léa Carvalho também.

À porta do auditório, a Editora Metanoia expôs livros de seu selo, bem como de outras editoras voltadas para o público LGBT e de autores independentes.

Malu Santos - Editora Metanoia

Esse evento fez parte do II Seminário de Combate à Homofobia realizado pela Secretaria de Mobilização Social e Direitos Humanos – SEMOSDH, através da Coordenadoria de Políticas Públicas para a Diversidade Sexual da Prefeitura de Mesquita, como vocês podem ver no certificado que me foi gentilmente conferido ao final da minha participação. Fiquei muito honrado com o gesto daquela casa.





O carinho de Jéssica Sodré quando saí para ir trabalhar. Essa foto (abaixo) foi tirada no saguão da Prefeitura de Mesquita, em frente à exposição de livros LGBT.






 Neno Ferreira falando. Essa mesa, eu não pude assistir, porque tive que trabalhar. Fico devendo os nomes dos participantes.



Apesar da greve de ônibus na cidade do Rio, à qual muitos motoristas da Baixada também aderiram, consegui chegar ao evento e depois ao trabalho, graças à solidariedade e empenho de Léa e Malu, essas guerreiras da inclusão, que gentilmente me conduziram de carro. Esse nível de comprometimento não se vê o tempo todo, especialmente levando-se em consideração as distâncias, o custo de gasolina e as pequenas margens de lucro na venda de literatura. Sei que elas fizeram isso, porque queriam que o evento desse certo, porque valorizam o trabalho dos ativistas da AGANIM, e porque têm uma enorme consideração por mim. Só posso ser grato às duas e ao carinho de todos os que me ouviram e ouviram meus colegas de mesa na manhã de hoje, apesar de todos os transtornos que nossas cidades viveram.



DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Parada da Diversidade Sexual de Mesquita
Veja o cartaz abaixo:





Comentários