Irmãos: um gay e o outro homofóbico. Veja como se harmonizaram.



Tenho vergonha de dizer que fui homofóbico, não entendia o fato do meu irmão mais novo na época com 16 anos assumir que gostava de homens, senti nojo, raiva dele, ele só queria ser aceito e eu 'cego de preconceito' não quis entender, ficamos 8 anos sem conversar.. entretanto, essa situação teve um fim em 2011 quando deixei de pagar várias pensões alimentícias para o meu filho, minha ex-esposa nãoencontrou outra alternativa e recorreu a lei, fui parar na cadeia, meu irmão que eu considerava uma ''bicha promiscua'' pagou minha fiança no valor de 11 mil reais, dependi daquele ''doente'' para sair da cadeia, no momento que vi meu irmão na portão da cadeia me esperando para me levar para casa, ele se importou comigo coisa que eu nunca fiz quando ele assumiu, eu senti muita raiva de mim, senti vergonha do meu preconceito bobo, cai na real, chorei, pedi desculpas, eu sempre amei meu irmão mas fui trouxa, ignorante, machista, eu perdi uma convivência de 8 anos com ele, perdi risadas, perdi boas conversas, perdi tempo para ama-ló da maneira como ele é..

Por favor senhores(a) homofóbicos, não façam como eu, se seus filhos, irmãos, algum parente/amigo seu assumir que é homossexual, ame-o e não o ignore, ele só quer ser entendido e aceito pelo que é, não o rejeite, amor deve existir sob qualquer condição, não deixe seu preconceito subir a cabeça, pois o 'mundo dá voltas' e você poderá depender dessa pessoa que descriminou e quando acontecer se sentira a pior pessoa do mundo, pense nisso..

Meu irmão serei sempre grato a você, o fato de ser homossexual não o tornou menos ''homem'' muito pelo contrário você é um homem completo, uma pessoa responsável, atenciosa, com um caráter inimaginável, pretendo um dia ser uma pessoa como você é, um exemplo a ser seguido, eu te amo.

Obrigado por lerem meu depoimento, desejo muita paz e amor para todos. Feliciano... beijos.

Por Giovanni Shcherbakov via mensagem. Fonte da foto e do texto

Comentários