PINGUINS LÉSBICOS EM ISRAEL

PINGUINS LÉSBICOS DESCOBERTOS EM ZOOLÓGICO ISRAELITA 




Por DANIEL VILLARREAL (para o site Towleroad)

Tradução SERGIO VIULA




Tratadores do zoológico Ramat Gan Zoological Center  em Israel descobriram que dois de suas jovens fêmeas de pinguins sul-africanos — Suki & Chupchikoni — são de fato um casal lésbico.

O tratadores dos pinguins originalmente pensaram que Suki (a menor) era fêmea e que Chupchikoni era um macho de pequeno porte. Porém, um exame de sangue revelou que ambos são fêmeas. E apesar de não terem construído um ninho juntas, elas estão estocando material para o ninho.

As duas fêmeas também decidiram ser um par, apesar de haver muitos jovens machos solteiros na área..

Pinguins gays tornaram-se uma ocorrência comum em zoológicos ao redor do mundo, incluindo o famoso casal de pinguins Roy & Silo de Chinstrap em Nova York, assim como pares na Alemanha e no Canadá..

Apesar de Roy & Silo terem se tornado assunto para o livro infantil "And Tango Makes Three", eles, na verdade, se separaram depois que Silo formou par com uma fêmea chamada Scrappy. Enquanto isso, a filha deles Tango cresceu e entrou num relacionamento lésbico com outra pinguin chamada Tanuzi.

Comentários