Elton John denuncia em Moscou lei russa contra gays


Elton John denuncia em Moscou lei russa contra gays
Foto: Folha de São Paulo (07/12/13)

Cantor afirmou que está triste e impressionado com a legislação



O cantor britânico Elton John denunciou nesta sexta-feira, em um show em Moscou, a lei russa que reprime "a propaganda" da homossexualidade, classificando-a de "desumana".

"Estou profundamente triste e impressionado com a legislação contra a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais) aqui na Rússia", declarou a estrela pop, de 66 anos, declaradamente homossexual, segundo "posts" publicados em sua página no Facebook e em seu portal na Internet.

"Para mim, é desumana e busca isolar", acrescentou.

Antes, a agência de notícias Interfax já havia noticiado que Elton John manifestou sua tristeza com a lei promulgada em junho no país, além de pedir a renúncia a qualquer forma de discriminação.

"Quero mostrar que isso conta para mim e que não acredito no isolamento", disse o astro, justificando sua presença em Moscou, mesmo depois que alguns militantes lhe pediram para boicotar a Rússia.

A estrela dedicou seu show a Vladislav Tornovoi, um homem de 23 anos torturado até a morte em Volgogrado, no sudoeste russo, aparentemente por sua homossexualidade. Com requintes de crueldade, o crime abalou a comunidade gay e os defensores dos direitos dos homossexuais.

Elton John é a primeira celebridade ocidental de peso, conhecida por seu enérgico apoio aos direitos dos gays, a se apresentar na Rússia desde que o presidente Vladimir Putin assinou em junho uma lei nacional proibindo a "propaganda da homossexualidade" aos menores.

Fonte: Primeira Edição

Uma leitura que vai inspirar seu coração. Veja AQUI.....

Comentários