ALL OUT (OLÍMPIDAS NA RÚSSIA): Envie seu e-mail para o presidente da Coca-Cola - veja como






META: 100.000

90.530 pessoas apoiam essa campanha. Ajude-nos a chegar a 100.000 mensagens enviadas

Os diretores da Coca-Cola estão decidindo se devem ou não se manifestar contra as leis homofóbicas na Rússia. Como principal patrocinadora das Olimpíadas, a empresa vem sofrendo há meses uma pressão crescente.

A Coca-Cola pode dizer que não tem nada a ver com as leis homofóbicas da Rússia. Mas se milhares de nós mandarmos e-mails, eles verão que a imagem divertida e amigável da empresa está ameaçada.

A Coca-Cola pode fazer uma enorme diferença condenando as leis homofóbicas da Rússia - um verdadeiro golpe no presidente Vladimir Putin. Envie agora mesmo um e-mail!

ESCREVA SEU E-MAIL ATRAVÉS DESSE LINK:

https://www.allout.org/pt/actions/coca-cola


Os diretores da Coca-Cola estão decidindo se devem ou não se manifestar contra as leis homofóbicas na Rússia. Como principal patrocinadora dos Jogos Olímpicos, a empresa está sob pressão.
Espera-se que eles deem uma resposta na próxima semana. A Coca-Cola pode dizer que não tem nada a ver com as leis homofóbicas da Rússia. Mas se milhares de nós mandarmos e-mails exigindo uma posição, eles verão que a imagem divertida e amigável da empresa está ameaçada e acabarão se manifestando.
A Coca-Cola está gastando milhões nos Jogos Olímpicos de Sochi – por isso, o presidente russo Vladimir Putin não vai poder ignorar a empresa se ela se posicionar contra as leis homofóbicas. Envie agora mesmo um rápido e-mail para o presidente da Coca-Cola, Muhtar Kent, pedindo que a empresa se manifeste!
Outros patrocinadores olímpicos, como McDonald's e Samsung, estão esperando o pronunciamento da Coca-Cola. Se conseguirmos uma resposta favorável, podemos começar um efeito dominó e fazer com que mais patrocinadores se manifestem.
A Coca-Cola investe pesado na Rússia para além dos Jogos Olímpicos e, portanto, ela tem um grande poder econômico no país. Se a empresa se manifestar, a pressão para que o Comitê Olímpico também assuma uma posição mais firme também vai aumentar. Todos esses esforços somados podem colocar o governo russo contra a parede, exigindo que eles acabem com as leis homofóbicas antes das Olimpíadas.
A Coca-Cola gosta de se posicionar como uma empresa gay friendly. Isso significa que eles estarão abertos aos milhares de e-mails que enviaremos exigindo que eles se manifestem – afinal, a reputação da empresa corre um sério risco. Clique aqui e mande agora seu e-mail:
https://www.allout.org/pt/coca-cola
Os esforços da All Out estão dando resultados. Recentemente, 79.500 membros mandaram e-mails para o Comitê Olímpico Internacional. Eles responderam dizendo pela primeira vez que gays, lésbicas, bissexuais e pessoas trans estão protegidas pelo Princípio 6 da Carta Olímpica, o princípio contra a discriminação.
Juntos, conseguimos fazer com que o primeiro-ministro do Reino Unido discutisse as leis homofóbicas em um encontro com o presidente Putin, depois de uma grande mobilização em 34 cidades do mundo todo. E conseguimos reunir 400 mil assinaturas em nossa petição!
Os membros da All Out também estão agindo em outros lugares – estamos pressionando o presidente de Camarões, Paul Biya, para que ele acabe com a violência homofóbica, e pedindo que a Austrália deixe de mandar refugiados para um país onde é ilegal ser gay.
A Coca-Cola precisa se manifestar agora pelo fim das leis homofóbicas na Rússia. Envie um e-mail: 
https://www.allout.org/pt/coca-cola

Obrigado por apoiar a All Out. Vamos em frente!
Andre, Guillaume, Hayley, Jeremy, Leandro, Marie, Sara, Tile, Wesley e toda a equipe da All Out.

P.S.: Será um grande acontecimento se a Coca-Cola exigir o fim das leis homofóbicas na Rússia. Mas a empresa ainda pode fazer mais: apoiar financeiramente as organizações russas que lutam para combater essas leis e pressionar o Comitê Olímpico para que eles sejam mais severos com a Rússia. Peça uma posição! Envie um e-mail: https://www.allout.org/pt/coca-cola

FONTES (em inglês):
Patrocinadores olímpicos estão alertas à lei homofóbica russa – Reuters, 8 de setembro de 2013
http://www.reuters.com/article/2013/09/08/us-olympics-sochi-gay-idUSBRE9870ER20130908
Direitos em jogo na corrida pela liderança olímpica – Human Rights Watch, 13 de agosto de 2013
http://www.hrw.org/news/2013/08/13/rights-stake-olympic-leadership-race
Coca-Cola de olho na Rússia – Sports Business Daily, 9 de setembro de 2013
http://www.sportsbusinessdaily.com/Journal/Issues/2013/09/02/Global-Special-Issue/Coke-Olympics.aspx
A repercussão olímpica da Coca-Cola – The Guardian, 17 de setembro de 2013
http://www.theguardian.com/sustainable-business/coke-olympics-gay-rights

Comentários