Soldados da Segunda Guerra Mundial Expressam seu Amor numa Carta Emocionante

Soldados da Segunda Guerra Mundial Expressam seu Amor numa Carta Emocionante




Publicado pelo The Huffington Post e traduzido por Sergio Viula para o Fora do Armário.


Uma carta de amor e perda entre dois soldados da Segunda Guerra Mundial está rodando a Internet, e a história emocionantemente bela apresentada ao leitor vai fazer você pegar o lenço de papel.

Muito antes dos dias do "Não Pergunte, Não Diga" ("Don't Ask Don't Tell") e seu subsequente banimento, os dois homens parecem ter se conhecido e se apaixonado um pelo outro enquanto serviam na África. Porém, seu romance idealístico parece ter sido encurtado e sido impossibilitado de ser traduzido para a vida pós-guerra.

Um trecho diz:

Em memória de um aniversário - o aniversário de 27 de outubro de 1943, quando eu ouvi você cantar pela primeira vez no Norte da África. Aquela canção traz memórias dos momentos mais felizes que eu já conheci. Memórias do show de um soldado das tropas americanas - cortinas feitas de balão de barragem - holofotes feitos de latas de chocolate - ensaios que avançavam até tarde da noite - e um garoto bonito com uma voz de tenor maravilhosa... A felicidade de saber que íamos para casa - e a tristeza quando soubemos que não iríamos juntos. Adeuses carinhosos sob o veludo pontilhado de estrelas da noite africana, e as lágrimas que não paravam enquanto eu me colocava sobre o paredão do mar e observava o comboio desaparecer no horizonte..."

Leia a carta abaixo, e tenha um vislumbre do romance do metade do século entre Dave e Brian.



A carta não foi traduzida, mas para bom entendedor, um trecho basta. ;) - Nota do Tradutor



Comentários