Senador Magno Malta, que jura defender a 'família, se divorcia e se casa novamente, agora com a deputada Lauriete



Pastores comentam casamento polêmico entre Magno Malta e Lauriete Gomes


Fonte: GAZETA ONLINE

Presidente da Associação de Pastores diz que houve um caso de indisciplina, já que os dois eram separados e optaram por um segundo casamento.

Ao que tudo indica o casamento do senador Magno Malta com a deputada federal Lauriete ainda vai dar o que falar. A notícia gerou burburinho entre religiosos, que não veem com bons olhos o fato de ambos serem separados e optarem por um segundo casamento. No fórum realizado pelo GAZETA ONLINE durante a semana, questionando o assunto, 62.18% das pessoas acreditam que "se já casou uma vez na igreja, não pode casar mais, a não ser que fique viúvo".




Magno Malta e Lauriete
Foto: Arquivo Pessoal

A união entre os dois não foi bem avaliada pelo pastor Ozenir Corrêa, líder da Igreja Batista Filadélfia e presidente da Associação de Pastores de Vitória.

"Biblicamente, o casamento é insolúvel. Fisicamente é um só. O próprio senador Magno Malta pregou por anos essa insolubilidade, e agora caiu contra a sua própria verdade", afirma o presidente.

O pastor avalia também que o casamento é a base da Igreja, embora não venha sendo atendido por alguns fiéis. "O respeito ao casamento é a base da Igreja. Mas nem todo mundo, dentro da Igreja, anda por aquilo que a gente prega. Apesar de tudo, as pessoas são livres. Não podemos obrigá-las a seguir as doutrinas. A Igreja tem o papel de ensinar, e cabe a cada um seguir conforme a luz que tem", diz.

Questionado se o casal pode ser discriminado no meio evangélico, ele é categórico. "A palavra não é discriminação, nem preconceito. Falamos em processo de indisciplina. Todo estatuto da Igreja, não só evangélica, mas também a católica, diz que ela é um templo aberto para todas as pessoas. Quando as pessoas já chegam com essa situação (casadas após a separação), são recebidas. Mas quando passam por essa situação dentro da Igreja, há um processo de indisciplina, diferença. Eles estão quebrando uma norma", explica.

"Se casaram, que sejam felizes"

O pastor Douglas Lopes Gomes, da Coordenação Sócio Religiosa da Prefeitura Municipal de Cariacica, afirma que a questão é delicada e que há Igrejas que aceitam um segundo casamento, mesmo a pessoa não sendo viúva.

"A Bíblia condena o divórcio. Agora, todos devem olhar que há pessoas que se arrependem dos seus erros, e isso é pessoal. A Bíblia não dá o respaldo para o segundo casamento, mas Deus perdoa a todos. Há Igrejas que aceitam o segundo casamento, reconhecendo que, na realidade, os casal obteve um perdão de Deus ao reconstruir uma nova família", afirma.

Ele ainda deseja felicidades ao novo casal. "Estou dizendo que o casamento segundo a Bíblia é um só. Não vou dizer que eles estão errados. É uma questão muito pessoal, por isso eles não tem aberto essa situação da vida deles. Já que casaram, que sejam felizes", diz.

O pastor da Assembleia de Deus Levi Oscar de Moura foi procurado pela equipe de reportagem, mas não quis comentar a união. Segundo o líder religioso, ele não foi convidado nem participou do casamento entre a deputada e o senador. Ele destacou, entretanto, que a cerimônia foi um jantar e teve a presença de alguns parentes e amigos.

Outras lideranças religiosas afirmaram que só se pronunciariam após um comunicado oficial do casal sobre o matrimônio.


----------------------

COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

O Senador Magno Malta adora embarreirar qualquer tentativa de avanço nos direitos dos cidadãos LGBT. A desculpa esfarrapada sempre faz alguma referência a uma ou duas passagens bíblicas de sua preferência para atacar os homossexuais.

Aproveito para lembrar ao senador, de assumida tradição evangélica, que Jesus nunca disse uma palavra sobre homossexualidade. No entanto, disse claramente o seguinte sobre divórcio e segundo casamento:

Para a deputada: "E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera." (Marcos 10:12)

Para o senador: "Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério." (Mateus 19:9)
Mas, se o senador e a deputada forem capazes de algum revisionismo em relação a essas escrituras, que sejam mais honestos em relação aos LGBT e seus direitos civis também. Sim, porque um dos versículos favoritos de Vossa Excelência é justamente esse:

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (grifo meu - 1 Coríntios 6:10).
Veja que ironia, senador. Se o homem e a mulher que casam-se com alguém que já foi casado são adúlteros, Vossa Excelência ficou da noite para o dia ao lado dos idólatras (católicos, candomblecistas e outros que o senhor condena) e dos efeminados e sodomitas (como o senhor enxerga os LGBT de hoje). Bem-vindo ao clube dos condenados pela ótica dos que pensam como o senhor...
Seria bom que fizessem uma revisão completa... Ah, mas eu esqueci de um detalhe: amar o próximo como a si mesmo não é uma característica dos egoístas...

Comentários

  1. Não estou defendendo o divorcio, porem a bíblia diz algo a mais sobre o divorcio, leia corretamente, existem alguns em que é permitido no mesmo lugar aonde você sitou, e engraçado é que você grifou a palavra adúlteros (esta correto, e realmente os adúlteros não herdarão o reino do céus) mas e os afeminados, os sodomitas não grifou também? Usar a bíblia de acordo com aquilo que você que?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vc é que não entende, Vagner. O divórcio pode ser tolerado; o segundo casamento, não. Nem do abandonado nem do que abandonou. Vc é que não está lendo bem, meu caro. Ou será que vc também se enquadra no referido adjetivo em função de caso semelhante ao do Magno? E sobre o grifo, não grifei o que vc citou, porque isso ele grifa do alto dos palanques. O que ele e outros precisavam ver grifado era isso aí mesmo que eu grifei. Agora, quer saber o que eu realmente penso sobre a relevância da Bíblia tanto para uma coisa como para outra? Leia esse post http://www.foradoarmario.net/2011/09/10-grandes-problemas-da-biblia.html e assista os vídeos nesse aqui www.foradoarmario.net/2014/09/mes-da-biblia-um-ateu-na-igreja.html.

      Minha citação da Bíblia para Malta e suas tietes é meramente porque é nele que ele baseia muita imbecilidade, mas não aplica os mesmos princípios hermenêuticos quando se trata de si mesmo.

      Excluir
  2. Deixem eles pra la e vão cuidar de suas vidas. eles com certeza estão fazendo isto e não estão nem ligando pra o que a gente posta aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desprezo totalmente esse é outros fundamentalistas promotores de ódio e com ética duvidosa em quase todos os campos, mas perder uma oportunidade de desmascará-los, jamais! ;)

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.