Olimpíadas na Rússia: Patinador disposto a ser preso

RIO DE JANEIRO - ATUALIZAÇÃO: COMO FOI O EVENTO NESTA SEXTA, DIA 23/08/13. VEJA VOCÊ MESMO/MESMA NO LINK ABAIXO:

Patinador gay assumido, Johnny Weir, está disposto a ir à Rússia, mesmo sob risco de prisão


Olimpíadas na Rússia: 
Patinador disposto a ser preso



Tradução: Sergio Viula
Título adaptado


Gay assumido, o patinador Johnny Weir falou recentemente ao CBS News sobre a possibilidade de competir nos Jogos Olímpicos de Sochi 2014 no meio da legislação e da cultura de violência anti-gay russa.

Weir, que já competiu duas vezes em Olímpiadas anteriores, espera ganhar uma das duas vagas disponíveis para os jogos do próximo ano. Porém, como um atleta internacionalmente assumido, ele corre o risco de violar a ambígua e subjetiva lei anti-gay de "propaganda".

Oficiais russos têm repetidamente declarado que a legislação anti-LGBT permanecerá efetiva para frequentadores e atletas nos Jogos Olímpicos de Sochi 2014.

"Se as Olimpíadas fossem na Arábia Saudita, na Palestina, em Pyongyang, Coreia do Norte, em Marte, eu iria porque foi para isso que eu fui treinado e foi a isso que devotei minha vida," Weir disse ao CBS News.

"Se me custa a prisão," disse Weir, "para que as pessoas prestem atenção e para que as pessoas façam lobby contra essa lei, então estou disposto a passar por isso."

Anteriormente, Weir falou abertamente sobre se opor ao  boicote Olímpico, alegando que seria negar esforços de uma vida inteira e carreiras de muitos atletas jovens.


Comentários