BARES GAYS PROMOVEM BOICOTE À VODKA RUSSA

A Rússia está atacando violentamente as pessoas homossexuais, mas veja como os bares gays ao redor do mundo estão contra-atacando

Publicado em inglês por Teklehaymanot Yilma in World
Traduzido por Sergio Viula e reverberado no blog Fora do Armário


A Rússia está atacando
violentamente as pessoas homossexuais,
mas veja como os bares gays
ao redor do mundo estão contra-atacando
O Presidente Russo Vladimir Putin assinou recentemente uma controversa lei anti-gay que punirá qualquer pessoa que defenda o casamento gay ou qualquer comportamento sexual que não seja entre homem e mulher. A lei multará qualquer indivíduo em até 5.000 rublos (156 dólares americanos) por qualquer propaganda defendendo o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Recentemente, quatro turistas holandeses foram detidos e levados à corte por "defender comportamento homossexual entre menores". [Nota do tradutor: eles estavam, na verdade, participando de um seminário sobre homossexualidade e gravando um documentário LGBT. Saiba mais.]


Depois que o Presidente Putin assinou a lei, muitos bares gays americanos e canadenses começaram a contra-atacar. Depois que o ativista gay Dan Savage  convocou bares por todos os EUA a boicotar a vodka russa, muitos bares têm aceitado a convocação, banindo a venda de vodka russa.


Dono de bar retirando a vodka russa das prateleiras
O Revolver Video Bar situado no Santa Monica Boulevard em West Hollywood disse em sua página no Facebook: “Revolver Video Bar não poderia apoiar qualquer marca associada com a Rússia num tempo em que o governo russo está implementando sua lei anti-bay que proíbe 'propaganda' gay."

O maior bar gay de Chicago, o Sidetrack disse que removeria  a Vodka Stolichnaya de suas prateleiras também. O co-proprietário do bar, Art Johnston disse: "Tenho acompanhado as várias notícias sobre o que está acontecendo na Rússia. É difícil acreditar que eles possam conduzir e efetivar esse tipo de lei, mas eles o fizeram."

Outro bar em Chicago chamado The Call colocou um cartaz que diz: "Orgulhosamente servindo vodkas não-russas."

Até agora, bares em Nova York, Los Angeles, Miami, Vancouver, Toronto, Londres, São Francisco, Seatle, Chicago, Sand Diego e Sydney estão participando do boicote.

As vodkas russas atualmente disponíveis nos EUA são as seguintes: Dovgan, Gold Symphony, Standart, Hrenovuha, Kauffman, Kubanskaya, Moskovskaya, Narodnaya, Pyatizvyozdnaya, Putinka, 
Rodnik, Ruskova, Russian Standard, Shustov, Starka, Stolnaya, Youri Dolgoruki.

Aqui estão cinco 36 fotos chocantes mostrando no que tem se tornado a vida das pessoas gays na Rússia, seguidas por imagens heroicas de bares gays contra-atacando a discriminação contra as pessoas gays. Veja as fotos AQUI.

Aliás, a Rússia está se preparando para hospedar o Jogos Olímpicos de 2014 em Sochi. A Rússia insiste que atlestas gays e turistas estarão a salvo, mas essas fotos contam uma história diferente. Você topa se juntar a esses bares boicotando a vodka russa em nome dos direitos homossexuais?

Fonte em inglês: http://www.policymic.com/articles/56889/russia-is-violently-attacking-gay-people-but-watch-how-gay-bars-across-the-world-are-fighting-back

A note received by this blogger which is worth sharing:



Andy Harley: There is a major problem in boycotting the Stoli brand of vodka. It is NOT a Russian vodka. It is distilled by a company called SPI which is based in Luxembourg and has nothing to do with Russia. The distillery is in Riga in Latvia. Both countries are in the European Union. The Russian government has been trying to reclaim the brand for many years, but courts have so far found that the worldwide right to the brand were legitimately sold by the Russian government. There is nothing that the Russian would like better than a consumer boycott of Stoli around the world as it could possibly eventually lead to the return of the rights to Russia. The founder of SPI is indeed an 'ex-pat' Russian, but he is not likely to return to Russia as there is an arrest warrant out for him, as in the case for many other Russian 'ex-pat' business people across the world. Stoli is a "Russian-style' vodka and, like many other vodka brands distilled outside Russia, uses imported Russian wheat in the distillation process for the simple reason that the type of wheat the Russian can supply makes a far superior vodka.
Uma observação recebida por este blogueiro que vale a pena acrescentar aqui:

Andy Harley: Há um problema em boicotar a marca de vodka Stoli. Ela NÃO é uma vodka Russa. Ela é destilada por uma companhia chamada SPI, que está baseada em Luxemburgo e não tem nada a ver com a Rússia. A destilaria está em Riga na Latvia. Ambos os países estão na União Erupeia. O governo russo tem tentado reclamar a marca por muitos anos, mas as cortes tem decidido que o direito mundial à marca foi legitimamente vendido pelo governo russo. Não há nada que os russos gostariam mais do que um consumidor boicotar a Stoli ao redor do mundo e isso poderia eventualmente levar ao retorno dos direitos à Russia. O fundador da SPI é, na verdade, um expatriado russo, mas ele não quer retornar à Russia, uma vez que há um mandato de prisão contra ele, como no caso de muitos outros homens de negócios expatriados da Rússia ao redor do mundo. Stoli é um "estilo russo" de vodka e, como muitas outras marcas de vodka destiladas fora da Rússia, usa trigo imortado da Rússia pela simples razão de que aquele tipo de trigo que a Rússia provê faz uma vodka de qualidade superior.

------------------------

RECOMENDAÇÃO DESTE BLOGUEIRO:

LEITURA OBRIGATÓRIA SOBRE A SITUAÇÃO NA RÚSSIA (The New York Times): http://www.foradoarmario.net/2013/07/a-repressao-anti-gay-russa-leitura.html


Curta e compartilhe a Fan Page do Blog Fora do Armário 


ASSINE ESSA PETIÇÃO DA ALL OUT
CONTRA A HOMOFOBIA ESTATAL RUSSA

Estamos do lado dos cidadãos e cidadãs da Rússia, e exigimos que o governo deixe de perseguir lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans, alimentando o ódio e a violência.

Pedimos que lideranças russas e de todo o mundo trabalhem para eliminar leis homofóbicas e para proteger todos os cidadãos e cidadãs da violência e da discriminação na Rússia.

https://www.allout.org/pt/actions/russia-attacks

Comentários