Lésbica assassinada em Salvador

 
 
Luiz Mott chama atenção para o caso de duas mulheres assassinadas em Salvador, na Plataforma. Ele já havia questionado se as mulheres não seriam lésbicas. Na última quarta-feira (29/05), "testemunhas disseram que a vítima era homossexual."
 
Mott ressalta que, mesmo estando a 10 mil Km da Bahia - ele está participando de um evento na Europa - continua ligado nestes "homocídios". Mott conclama as lésbicas a colocarem a boca no trombone, porque visibilidade não acontece por acaso.
 
Em 2012, relembra o antropólogo, 18 lésbicas foram assassinadas no Brasil, 05 só na Bahia. Veja a notícia desse caso mais recente:
 

SALVADOR: DUAS MULHERES SÃO ASSASSINADAS EM PLATAFORMA

 
Duas mulheres foram assassinadas nessa segunda-feira (27), no bairro de Plataforma, em Salvador. Uma das vítimas foi morta a tiros na porta de casa e a outra foi assassinada a facadas.

Joelma Cruz de Jesus, de 33 anos, foi morta a tiros, na frente de casa, na Praça Quinze de Abril. O crime aconteceu por volta das 20h26, quando dois homens, em uma moto, dispararam contra ela. Testemunhas disseram que a vítima era homossexual.

Maria de Oliveira Pereira, de 35 anos, foi encontrada morta, com perfurações de faca, na Rua dos Ferroviários. Os crimes serão investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Comentários