Evento no Balaio Café (Brasília): Lançamento do Documentário "No Brasil de Cris e Tati – a luta pela liberdade"

VISITE A PÁGINA DO EVENTO: 


Não tá fácil pra niguém. Feliciano na CDH, perseguições a militantes LGBT, Agnulo regulamentando punição da homofobia (#sóquenão). A hora, mais do que nunca, é de pintar o rosto, ranger os dentes, abrir o peito, cerrar os punhos e tomar as ruas com aquele grito que brota lá do fundo das estranhas de nossa revolta.

Mas só? Não!

A hora é também de tomarmos as redes e telas, os teatros e muros, as cordas e bumbos de um mundo novo; estetizar a política para politizar a estética. Produzir a cultura que queremos ser, a vida comprometida com a liberdade que queremos ver; potencializar os bits, bytes e ondas do nosso grito. Mas como ganhar mais e mais soldados pra essa batalha? Como chamar a atenção do “homo blasé” para a urgência dessa luta quando tudo se apresenta como urgente, intenso, rápido, sensorial e passageiro? Como desenhar uma nova hegemonia, um novo senso-comum emancipatório? Pensemos, sonhemos, ousemos, lutemos!

Por ocasião do lançamento do documentário “No Brasil de Cris e Tati – a luta pela liberdade”, o primeiro trabalho da nossa OCUP (Organização de Comunicação Popular Universitária) que nasce no mesmo dia; e juntando brindes com a comemoração dos 5 anos de revista Vírus Planetário, convidamos todas para a nossa vídeo-celebração-papo-performance “Comunicação e discurso para uma nova cultura: a luta pelo Estado laico”.

Será nessa terça-feira, dia 14, às 19h no Balaio Café (201 N).

Além da exibição do Doc, contaremos com as lindas presenças de:
Cris e Tati (as lindezas protagonistas dessa obra, esbanjando pudêêê revolucionário)

A gente bonita e feliz, animo-comunicante da OCUP (ocupa e resiste!)

Vereador Henrique Vieira, pastor evanja (sim, isso mesmo: E-VAN-JA!), só que socialista e lutador dos direitos humanos

Então chega mais! Em tempos de caretice fundamentalista, festa livre e revoltada é subversão-delícia!


Comentários