Governo britânico quer legalizar casamento gay


Primeiro Ministro Britânico David Cameron

O governo britânico quer legalizar casamento gay, mas o projeto não exige que clérigos da Igreja Anglicana realizem as cerimônias 


O governo britânico apresentou nesta sexta-feira (25/01/13) projeto que permite o casamente entre pessoas do mesmo sexo. O projeto será votado no Parlamento no mês que vem. 


O casamento diz respeito à esfera civil, ficando desobrigados os clérigos anglicanos de realizar cerimônias.

O projeto tem o apoio do primeiro-ministro, David Cameron, e da maioria dos legisladores do Partido Democrata. Apesar disso, a norma deve provocar forte discussão na Câmara dos Comuns, a Câmara Baixa do Parlamento, onde um número significativo de deputados conservadores se opõem ao casamento gay. A primeira discussão e votação está prevista para 5 de fevereiro.

A secretária de Cultura, Maria Miller, afirmou em entrevista à BBC (rádio) que a norma visa a garantir tratamento “igual e justo” aos casais homossexuais, ao mesmo tempo que garante autonomia para as instituições religiosas que não queiram realizar as cerimônias em suas instalações.

- Nós sentimos que o casamento é uma coisa boa e devemos incentivar mais pessoas a se casar. É exatamente o que as propostas que estão sendo apresentadas hoje irão fazer - afirmou. - Mas queremos assegurar que iremos não só reconhecer os direitos dos casais do mesmo sexo na vida civil, mas também garantir que igrejas não sejam obrigadas a realizar as cerimônias.

Já foram realizadas 106 mil uniões civis entre pessoas do mesmo sexo desde que a união gay foi regulamentada no Reino Unido - número dez vez maior do que o esperado pelas autoridades. Os casais que já contam com o status de união civil poderão convertê-la em casamento, caso a reforma for aprovada.

Com informações do Jornal O Globo

Comentários