11º Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos - EU FUI! ;)


Hoje eu estava chegando em casa com meu filho, acompanhado de minha amiga Júlia e seu filho Gabriel, quando uma outra querida amiga, Kelly, mãe do Pedro - que também trabalha com o Grupo Arco-Íris - passou de carro indo para a cerimônia de entrega do 11º Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos. Ela deu uma paradinha e me surpreendeu: 

- Estou indo para Ipanema. Quer vir comigo? - disparou com entusiasmo.

- Pra onde, menina? - perguntei surpreso.

- Estou indo para a cerimônia de entrega do Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos. As Mães pela Igualdade serão contempladas. - explicou.  [Kelly é uma das Mães pela Igualdade]

- Mas eu estou vestindo esse jeans batido e essa camisa super básica. - relutei.

- Deixa pra lá. Vem assim mesmo. Eu te levo e trago de volta. Fica tranquilo. - insistiu com um sorriso irresistível.

Deixei a pasta e uma bolsa com ração para a minha cachorrinha em casa, troquei a camisa rapidinho - só para renovar - e desci correndo. A camisa era tão básica quanto a outra; só estava mais limpa.

Fomos conversando animadamente sobre diversos assuntos. Chegamos rapidinho. Sentamos para tomar um café e fomos colecionando novos amigos para um bate-papo gostoso e produtivo, enquanto esperávamos o início da cerimônia. E posso garantir que valeu cada minuto de espera. Muita gente deve ter pensado a mesma coisa, porque o Teatro da Casa Laura Alvim (Ipanema) estava cheio e o povo entusiasmado do início ao fim.

A cerimônia incluiu apresentações de dublagem por transexuais; canto ao vivo por lésbicas, gays e transexuais; poema em homenagem à memória de Welluma Brown (transexual e militante falecida recentemente); show de dublagem com dança homoerótica entre uma transexual e um bailarino de sunga preta e corpo perfeito. Tudo espetacular! Deslumbrante mesmo. E, por vezes, divertido.

Os prêmios foram entregues, contemplando diversas categorias de defesa dos direitos humanos das pessoas LGBT. Cada personalidade contemplada fez uma breve saudação e comentário. Todos foram muito tocantes. Alguns ainda mais emocionantes, porque extremamente pessoais.

Parabéns ao Grupo Arco-Íris, à Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Estado do Rio de Janeiro, à Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Cidade do Rio de Janeiro, e a todos os envolvidos na produção e execução do evento.

Ano que vem, o Grupo Arco-Íris celebrará 20 anos e realizará a 12ª edição do Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos. Fique atento. Quando for anunciado, compareça. Você não se arrependerá.

----------------------- 

VEJA OS PREMIADOS:









Comentários

  1. Ahh Sergio, foi muito te rever e poder colocar o papo em dia. O Prêmio foi mesmo incrível, espero que compareça nos próximos e leve cada vez mais gente! Seja sempre bem-vindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Pedro.

      Pode contar comigo para divulgar, comparecer e chamar mais gente. Meu objetivo é sempre apoiar essas iniciativas pró-diversidade.

      Que bom que vc leu o post e comentou. Curto muito! :)

      Abração, querido.

      Excluir
    2. Vou passar a frequentar mais o seu blog e comentar mais vezes. =D

      Excluir
    3. Legal, Pedro. Esse apoio é super encorajador. Pode crer. ^^

      Excluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.