Todo homofóbico diz que tem apenas uma opinião...




Algumas pessoas têm dito que o termo homofobia está sendo banalizado, que homofobia é apenas aversão e ódio intenso contra LGBT, que ser contra direitos gays não é homofobia, mas apenas discordância de ideias. 

- É verdade que o preconceito está embutido na homofobia, mas será que a homofobia está embutida no preconceito? - perguntam essas pessoas. 

Bem, isso seria como perguntar se o machismo está incluído no preconceito ou o preconceito no machismo. Pragmaticamente falando, que diferença isso faz realmente? Um machista é preconceituoso, mas nem todo preconceituoso é um machista. Claro, pode ser um preconceituoso racista, por exemplo. Choveram no molhado. 

Poderíamos admitir que ser contra o direito das mulheres fosse apenas discordância de ideias? Ou que ser contra os direitos dos negros seria apenas uma opinião? Se o primeiro é machismo e o segundo é racismo, qual é o termo que se pode dar para quem é contra os direitos dos gays? O cara não precisa matar um negro para ser considerado racista, por que só deveríamos considerar homofóbicos os assassinos que matassem movidos pelo preconceito sexista? Essa é a resposta que eu dou às pessoas que dizem isso, tentando tapar o sol com a peneira. ;)

Agora, se alguém age com base em seu preconceito homofóbico (uso os dois aqui de propósito), deve receber as penalidades da lei, seja por recusar serviço a alguém por ser LGBT ou enfiar-lhe uma faca no peito. No caso do preconceito de quem faz um comentário estúpido num bar ou na rua, do tipo:

- E olha a biba.
- Olha a sapa.
- Olha a trava.

 A reprovação social já dá conta. 

Porém, no caso de violência, violação de direitos individuais ou mesmo carência de direitos básicos, é preciso legislação. Simples assim.

Entretanto, pergunto: Como não considerar tudo isso homofobia, só que em diferentes graus? Fulano não está desprezando, agredindo ou perseguindo sicrano por algo que este tenha feito contra sua pessoa ou patrimônio, mas simplesmente porque sicrano é gay, lésbica, bissexual, transexual, travesti, transgênero, intersexo, queer... whatever. Isso é homofobia!

É alarmante ver a relativização que alguns LGBT tendem a fazer desse flagelo que alcunhamos de homofobia. Parece que alguns gays estão mais preocupados em fazer justiça aos preconceituosos e homofóbicos em sua ojeriza contra os gays do que justiça aos gays que têm sido vítimas desses mesmos homofóbicos. Fico pensando por quê Martin Luther King nunca entrou numa discussão sobre termos como essa, mas exigiu IGUALDADE. Eles não querem a igualdade e isso, por si só, já basta para condenar todas essas visões excludentes da diversidade sexual. O resto é demagogia e academicismo inútil. ;) 

Para quem gosta de pensar na extensão dos significados dos termos citados acima e outros, sugiro uma olhada nesse texto breve e de fácil compreensão. Ele também faz referência a outros derivados do termo homofobia, tais como: lesbofobia e transfobia. Leia: http://www.novodiacipa.org/documents/docs/homofobia.pdf 

************

Ilustro com esse post enviado pelo Facebook por Willian Souza:

‎[EM INGLÊS] EUA: Grupo de "defesa da família" diz que não é homofóbico, MAS pede para Uganda aprovar a lei "Matem os gays": 

Comentários