Show de Lady Gaga emociona fãs no Rio de Janeiro

Show de Lady Gaga emociona fãs no Rio de Janeiro

Por Sergio Viula

Lady Gaga emociona e se emociona em show no Rio de Janeiro 


Como diz o ditado pouplar, "não posso falar de cadeira," porque não fui ao show da Lady Gaga. Nada novo nisso, porque, apesar de morar no Rio, não fui ao show da Madonna, nem ao Rock 'n Rio ou qualquer outro nessas paragens cariocas. O motivo é simples: não gosto das dificuldades que se enfrentam para entrar, achar lugar, ir ao banheiro, comer ou beber, sair e voltar para casa. Acho trabalho demais e pouco benefício. ^^ Prefiro ver os DVDs no conforto de casa. No entanto, mandei meus filhos ao último Rock 'n Rio sem chorar ao desembolsar os ingressos e outros custos para que eles curtissem os espetáculos na Cidade do Rock.

Contudo, falemos do show de Lady Gaga. Um querido amigo meu e colega de trabalho compareceu e ficou numa das melhores áreas - aquela que custava 700 reais!!! Calma, havia ingressos de 90 reais também e todos os que tinham direito à meia-entrada puderam usufruir da mesma em todas as faixas de preço.

O que me intriga é por que a mídia gongou tanto o show às vésperas de sua realização? Tudo bem que os ingressos não esgotaram tão rapidamente quanto os de Madonna, mas a pergunta é: por quê? Lady Gaga é indiscutivelmente um fenômeno internacional de vendas. Uma das razões apresentadas foi o preço, uma vez que o fã clube é imenso e lotaria qualquer estádio. Eu mesmo gosto muito dela, especialmente de seu engajamento político e de seu humanismo. No entanto, não basta ser fã, tem que poder bancar a entrada. ;)

De acordo com meu amigo Jean Moreira (o mais novo mostrinho de Lady Gaga), o show foi incomparável. A Pop Star simplesmente arrasou cantando ao vivo, performando maravilhosamente, cercada de bailarinos deslumbrantes, num palco ao mesmo tempo gótico e psicodélico. Ele me disse que ficou especialmente bem impressionado com o carinho que ela dispensou aos fãs, ao Rio de Janeiro, ao Brasil, chegando mesmo a mencionar o projeto das UPPs mirins que está em funcionamento no Rio e que ela fez questão de visitar. 

Uma cena especial foi a de um fã adolescente que chorava incontrolavelmente quando ela convidou-o para o palco. A emoção dele foi tanta que a própria Lady Gaga foi contagiada e chorou também. Além do meu amigo, a própria imprensa registrou isso.

A pergunta que não quer calar? Por que é que os ingressos pareceram tão caros ao público de Gaga? 

A meu ver existem pelo menos dois motivos:

1. O público de Lady Gaga no Brasil é majoritariamente jovem e adolescente, portanto gente geralmente sem renda própria. Fica bem difícil conseguir dinheiro dos pais para bancar um ingresso desses;

2. O Brasil tem projetado a falsa imagem de que os brasileiros estão cheios da grana. Isso é a maior mentira da paróquia! Mesmo que a miséria tenha recuado no Brasil (tem bolsa de tudo que é tipo para mascarar a realidade), os brasileiros estão bastante endividados. Por isso, não consigo deixar de pensar que provavelmente quem chegou primeiro levou a melhor. Quero dizer o seguinte: Muita gente deve ter comprado ingressos de Madonna no cartão, Rock 'n Rio no cartão, Paul McCartney no cartão, etc. Agora, o problema é pagar o cartão... E se a bola de neve do endividamento já está rolando, não dá para colocar mais nada. Os que conseguiram colocar só fizeram aumentar a bola. ;)

Por isso, a imprensa e os usuários das redes sociais que fizeram o time do contra deveriam ter sido menos cruéis com Lady Gaga, dizendo que os ingressos encalharam. Deveriam, na verdade, é fazer as perguntas certas: por que é que cidadãos de outros países pagam para ver show após show, vivem em condições melhores e ainda viajam internacionalmente para ver suas divas, enquanto nós sequer conseguimos pagar ingressos para ver a Senhora Gaga em nossa própria cidade? Não somos a SEXTA MAIOR ECONOMIA do mundo? Será que nosso governantes, empresários, banqueiros e empregadores poderiam resolver esse enigma?

Talvez os produtores e empresários do show de Lady Gaga tenham caído exatamente nessa armadilha: a de que os brasileiros estão cheios da grana. 

Os brasileiros deverão passar por constrangimento semelhante na Copa do Mundo e nas Olimpíadas. Não faltarão, porém, estrangeiros ávidos por futebol e endinheirados da Europa, América do Norte, Oriente Médio, Ásia, África, Austrália e a burguesia brasileira que vivem nas áreas VIPs e camarotes dos maiores eventos nacionais. Esse não é o meu caso. Talvez não seja o seu. E certamente não era o caso do público adolescente e jovem de Lady Gaga. 

A propósito, mais de 30 mil pessoas compareceram ao show no Rio.



Leia também: 

Lady Gaga apoia jovem lésbica discriminada em baile de formatura:

Lady Gaga celebra a aprovação do casamento igualitário em Nova York:

Comentários