Eleições em São Paulo: 2º Turno: Vergonha para Serra e Haddad

Serra e Haddad

Vergonha para Serra e Haddad


Como se previa, voltou a discussão - e ainda com mais força - sobre o chamado kit-gay neste segundo turno. É um debate que coloca tanto José Serra como Fernando Haddad numa situação desconfortável e vergonhosa.
Silas Malafaia veio a São Paulo para dizer que, por causa desse material, vai "arrebentar" o PT. Algo que, em maior ou menor grau, ecoa na comunidade religiosa.
De olho nos votos dos evangélicos, o PT e Fernando Haddad tentam se desfazer de qualquer vinculação com esse material contra a homofobia. Mostram-se envergonhados da iniciativa e, agora, pedem perdão. O PT deveria pedir perdão (e muito) pelo mensalão, e não por sua bandeira pela diversidade sexual.
Para Serra --- um ser cosmopolita e intelectualizado --, a vergonha é usar esse tipo de assunto para vitaminar sua campanha.
Não há racionalidade nesse debate. O fato óbvio é que as crianças e adolescentes são vítimas de todos os tipos de violência dentro da escola. Por consequência, é papel da escola trabalhar a questão do respeito à diversidade.
Nesta discussão, Haddad e Serra ficam mal por se renderem ao obscurantismo.


Fonte do texto inicial: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gilbertodimenstein/1167063-vergonha-para-serra-e-haddad.shtml

Comentários