Pr. Alexandre Cabral com Fábio Lau falando sobre "Cura Gay"

Alexandre Cabral no 20º Encontro da Nova Consciência - Campina Grande - PB



Uma entrevista imperdível feita por Fábio Lau do Programa Conexão, com o Pr. Alexandre Cabral, presbiteriano e pastor da Igreja Ecumênica de Copacabana. O Fábio está filmando com o celular também que ora aparece na tela, ora não, por causa do fundo azul. :)

Se você é LGBT ou amigo das pessoas LGBT, você vai se surpreender com o discurso desse querido a quem posso chamar de amigo.



Veja aqui também a entrevista que concedi à rádio poucos dias depois dele: 
http://www.foradoarmario.net/2012/07/sergio-viula-fala-sobre-cura-gay-no.html

Sergio Viula

INDISPENSÁVEL: LEIA.




*************************************


Comentários

  1. Sábio e esclarecedor. Eu vejo isto como um verdadeiro ataque ao Estado Democrático de Direito e Laico e pior eu já fui vítima desta tal cura, muitas terapias e inclusive de terapeutas evangélicos, fui pra igreja fiquei 10 anos, me casei, tornei me pastor, sou pai e nunca deixei de ser gay.Todos os dias o desejo ali estava me causando dor, depressão e vários outros problemas.Não existe cura porque não existe doença.Nos meus longos anos de evangélico sofri muito por negar, renunciar minha condição homo afetiva, até o dia que não suportando mais eu desisti e sai do ministério.Pior era ver a hipocrisia evangélica de condenar gays ao inferno e praticar coisas piores.Os traumas que tive que tratar depois de minha saída foram piores que assumir minha condição.hoje estou bem resolvido, casado, sou pai de uma filha de 12 anos que me ama muito e me respeita com sou, estudo direito 3º ano e vejo tudo isto com muito receio estamos caminhando pra um momento difícil não demora e todos os que forem contra dogmas religiosos sofreram perseguições por parte de bancadas que tentam manipular através de acordos e leis a vida individual do cidadão.Somos muitos no Brasil fora estes problemas ainda sofremos com a homofobia muitos de nós somos assassinados com requintes de crueldade fazendo do Brasil o país mais homofóbico da América Latina, faltam leis existe uma grande inércia dos nossos governantes.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo excelente comentário, Nunes Preto.

    Abraço forte.
    Sergio Viula

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.