Igreja Batista de Westboro é barrada pelo povo

Milhares de voluntários impedem a pregação do ódio no funeral de um soldado americano


A Igreja Batista de Westboro é uma igreja independente da Convenção Batista do Sul dos Estados Unidos ou de qualquer outra. Ela é conhecida por seus protestos invasivos e cruéis em funerais de gente famosa e outras reuniões públicas. 

Tradução: Deus Odeia Viados/Viados Morrem, Deus Ri/
Graças a Deus pelos explosivos caseiros
Esta é a mesma igreja que vive empunhando cartazes que dizem "Deus Odeia os Viados" (God Hates Fags). 

De acordo com o jornal The Huffington Post, a igreja planejava um protesto desse tipo no funeral de um soldado morto no Afeganistão. A Igreja Batista de Westboro afirma que cada soldado morto no Iraque e no Afeganistão é uma punição de Deus sobre os EUA por causa da tolerância (sic) para com os homossexuais.

Milhares de pessoas com camisas vermelhas formaram uma "parede humana"ao redor da igreja onde o funeral do Especialista do Exército Sterling Wyatt estava sendo conduzido. O grupo foi organizado por Toni Smith que conquistou o apoio de milhares de pessoas, as quais se dirigiram para o funeral com a intenção de proteger a cerimônia contra o achincalhe da Igreja Batista de Westboro.

Venceu a solidariedade e o amor.

Mais do que qualquer ação na justiça, a melhor maneira de impedir a expansão da pregação do ódio é a mobilização social pacífica, mas firme. 

Chega de ódio pregado em nome da religião!

Chega de homofobia!

Vamos promover o amor, a paz e a solidariedade.

E, falando nisso, está na hora dos americanos pararem a matança de cidadãos afegãos e iraquianos. Está na hora de ajudar aquela gente a reconstruir o país. Destruição que, em grande parte, foi causada pelos próprios EUA.

Comentários