Derrick Sherwin Bailey, Teólogo Gay Pioneiro


Cânone Derrick Sherwin Bailey, teólogo gay pioneiro (1910-1984)




Bailey foi o primeiro estudioso a reavaliar entendimento tradicional das proibições bíblicas sobre a homossexualidade. Ele foi clérigo e cônego residente da Catedral de Wells [em Somerset, Inglaterra]. Embora não fosse um teólogo ou pesquisador acadêmico da Bíblia em tempo integral, após a Segunda Guerra Mundial ele liderou um pequeno grupo de clérigos anglicanos e médicos para estudar a homossualidade. Suas conclusões foram publicadas em um relatório em 1954 chamado The Problem of Homossexuality (O Problema da Homossexualidade) produzido para a Igreja da Inglaterra Igreja Anglicana] e tiveram influência moderadora no subsequente posicionamento da igreja nos assuntos morais levantados pela homossexualidade. O trabalho de Bailey e seus colegas também abriu o caminho para progressivo [relatório] Wolfenden Report (1957), que foi seguido uma década depois pela descriminilização da conduta homossexual entre adultos consensuais na Inglaterra e País de Gales.

Como um projeto separado resultante desse trabalho, ele ocupou-se em um estudo histórico que resultou na publicação de seu livro pioneiro fundamental “Homosexuality and the Western Christian Tradition” [='homossexualidade e a tradição cristã ocidental']. Embora esta monografia tenha sido criticada, mesmo assim ela foi um ponto de referência neste assunto, combinando a examinação minuciosa das evidências bíblicas com um levantamento da história subsequente. O livro de Bailey chamou atenção à vários assuntos negligenciados, como registros/testamentos de heranças (intertestamental literature), legislação de imperadores cristãos, registros penitenciários, e a correlação entre heresia e sodomia. Desde então a sua obra foi superada por análises mais extensivas por acadêmicos especializados na Bíblia; mas seu trabalho teve uma influência importante nas primeiras obras por historiadores que se seguiram (por exemplo, John Boswell com “Christianity, Social Tolerance, and Homosexuality” [='cristianismo, tolerância social, e homossexualidade'], e Mark D. Jordan com “The Invention of Sodomy in Christian Theology” [='a invenção da sodomia na teologia cristã'], e acadêmicos com especialização bíblica, como William Countryman com seu livro “Dirt, Greed, and Sex” [=sujeira, ganância, e sexo']).

Também foi importante por influenciar as conclusões do British Wolfenden Report [='relatório wolfenden britânico'], o qual levou à descriminalização da homossexualidade no Reino Unido, e mais tarde nas deliberações da Igreja Anglicana sobre o assunto.



Canon Derrick Sherwin Bailey, Pioneering gay theologian (1910-1984)


Bailey was the first Christian scholar to re-evaluate the traditional understanding of the Biblical prohibitions regarding homosexuality. He was an Anglican clergyman and Canon Residentiary of Wells Cathedral. Although not a full-time academic theologian or biblical scholar, after World War II he led a small group of Anglican clergymen and physicians to study homosexuality. Their findings were published in a 1954 Report entitled The Problem of Homosexuality produced for the Church of England, and were influential in moderating the church's subsequent stance on the moral issues raised by homosexuality. The work of Bailey and his colleagues also paved the way for the progressive Wolfenden Report (1957), which was followed a decade later by the decriminalization of homo­sexual conduct between consenting adults in England and Wales.

As a separate project arising from this work, he undertook a separate historical study, which led to the publication of his groundbreaking book, Homosexuality and the Western Christian Tradition. Although this monograph has been criti­cized, it was a landmark in the history of the subject, combining scrutiny of the Biblical evidence with a survey of subsequent history. Bailey's book drew attention to a number of neglected subjects, including the intertestamental literature, the legislation of the Christian emperors, the penitentials, and the link between heresy and sodomy. Since then, his work has been overtaken by more extensive analyses by specialist biblical scholars, but it was an important influence on the early work that followed by historians (for example, John Boswell's "Christianity, Social Tolerance, and Homosexuality", and Mark D Jordan's "The Invention of Sodomy in Christian Theology ") and by biblical scholars (William Countryman's "Dirt, Greed, and Sex").

It was also important for influencing the findings of the British Wolfenden Report, which led to the decriminalisation of homosexuality in the UK, and on the later deliberations of the Anglican Church on the subject.
 

Comentários