Dupla de taxistas acusados de agressão a casal homossexual no Galeão está presa

Dupla de taxistas acusados de agressão no Galeão está presa

Rio - Policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) prenderam, nesta segunda-feira, Marcos Ribeiro da Silva, vulgo “Cocoroca”, de 41 anos e Rodrigo Alves da Silva, vulgo “Docinho”, de 31 anos. Ambos são acusados de agredir um casal homossexual que saia do aeroporto.

A agressão ocorrida nesta segunda-feira no Aeroporto Antônio Carlos Jobim (Galeão) foi provocada por discriminação devido à orientação sexual das vítimas, segundo a Polícia Civil. De acordo com o delegado Ricardo Codeceira, titular da Delegacia do Aeroporto Internacional (Dairj), um casal de homossexuais foi abordado por um dos taxistas na saída do aeroporto. Eles se recusaram a viajar no veículo e o motorista começou a ofendê-los, falando pejorativamente de sua opção sexual.

Revoltado, um dos rapazes trocou socos com o taxista. Seu companheiro tentou separar a briga e os três acabaram caindo no chão. O segundo taxista pirata apareceu e chutou o rosto do rapaz que estava tentando separar os outros dois.

O rapaz que levou o chute está no Hospital Santa Maria Madalena e ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

Fonte da matéria: Jornal O Dia.

Comentários