Homem gay morto a pedradas




Rosto ficou desfigurado atrapalhando identificação
Foto por Wellington Rocha para o site S1 Notícias


Jovens de 14 anos
mataram homem gay a pedradas
em Pernambuco

19/01/2012 às 19:39h
Fonte: 180 graus

Adolescentes tinham lista com mais dois homossexuais. Primeira vítima tinha apenas 27 anos
Um grupo de jovens menores de idade assassinou um homem gay, na última quarta-feira (11) no interior de Pernambuco. A cidade de Afogados da Ingazeira ficou apavorada. O crime tem chamado a atenção porque seria o primeiro de uma série de assassinatos contra pessoas homossexuais, que seriam cometidos por crianças de 14 e 15 anos.

O primeiro deles foi o do vendedor Eden Marques da Silva, de 27 anos, que morreu na chamada Rua da Lama, localizada ao lado da movimentada Avenida Manoel Borba, atingido por pedradas vindas de três meninos.
O delegado responsável pelas investigações, Jorge Damasceno, havia declarado que o caso era isolado e descartou a hipótese de crime por homofobia. Mas ao serem ouvidos na delegacia após serem apreendidos, os jovens J. C. S., 14 anos, morador do Bairro Sobreira; D. A. S., 14 anos, do Bairro São Francisco; e K. M. X., 15 anos, do Conjunto Residencial Dom Francisco, confessaram que mataram Eden por ele ser homoafetivo.

Os jovens ainda admitiram que possuiam ainda, uma lista com o nome de mais dois homossexuais de Afogados da Ingazeira marcados para morrer. Os nomes seriam Kleber e Itim. Os meninos foram encaminhados para a Funase, em Arcoverde, também no Sertão pernambucano.

Comentários