Denúncias de Homofobia e Racismo podem ser feitas pela Internet

(Foto: Internet)

Do Site da Prefeitura de São Paulo: AQUI (Via @Fernando348)

Denúncias de Homofobia e Racismo podem ser feitas pela Internet

Uma nova ferramenta de serviço à sociedade para o registro on-line de denúncias de combate a homofobia e crimes de racismo foi lançada na manhã desta terça-feira (8/11), na sede da Prefeitura de São Paulo, no Edifício Matarazzo, região central. As denúncias podem ser feitas por meio do preenchimento do formulário disponível no site da Secretaria de Participação e Parceria.


Foi lançada na manhã desta terça-feira (8/11), na sede da Prefeitura de São Paulo, no Edifício Matarazzo, região central, uma ferramenta de serviço à sociedade para o registro on-line de denúncias de combate a homofobia e crimes de racismo. As denúncias podem ser feitas por meio do preenchimento do formulário disponível no site da SMPP.

O acesso a esta ferramenta poderá ser feito ainda em todas as unidades de Telecentros de São Paulo. O site é resultado de um trabalho da Secretaria de Participação e Parceria (SMPP), da Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual (Cads) e da Coordenaria dos Assuntos da População Negra (CONE), em parceria com a Coordenadoria de Inclusão Digital (CID).

A nova ferramenta visa facilitar o atendimento à população, para que assim o Poder Público possa agir coibindo atos discriminatórios contra a população negra e a população LGBT e também elaborar políticas públicas de proteção a esses grupos.

Ao fazer a denúncia, é preciso que especifique detalhes dos fatos ocorridos como: local, horário, pessoas envolvidas, o tipo de discriminação sofrida e outras informações que julgar relevantes. Todas as informações encaminhadas são sigilosas, nos termos da lei.

Para a utilização dos Telecentros é necessário agendar um horário via telefone ou pessoalmente. Acesse o site do Telecentro e escolha uma unidade mais próxima de você.

Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate a Homofobia (CCH)

Inaugurado em 2006, o CCH funciona por meio de uma parceria entre a Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual (Cads) e a Comissão Municipal de Direitos Humanos.

O objetivo do Centro é dar orientação e prestar atendimento às vítimas que sofreram qualquer forma de intolerância, discriminação, exclusão e desrespeito por causa da sua orientação sexual e/ou identidade de gênero. As denúncias são encaminhadas, de acordo com a competência, para diversos órgãos. O CCH está localizado no Pateo do Colégio, 5 – 1º andar.

Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate ao Racismo

O Centro, inaugurado pela SMPP e pela Comissão de Direitos Humanos (CMDH), tem como finalidade e competência atuar na prevenção e combate ao racismo, garantindo atendimento, apoio e encaminhamento psicológico, social e jurídico para casos denunciados de discriminação e também em casos de racismo registrados pela mídia. Seu principal público alvo, portanto, é a população negra paulistana. O Centro de Referência está localizado na região central da Cidade de São Paulo, no Páteo do Colégio, 5 – 2º andar.

Comentários