Filmes com temática LGBT e direitos humanos na Mostra Internacional de Cinema de SP


Filmes com a temática LGBT e direitos humanos ganham destaque na Mostra Internacional de Cinema em SP

20/10/2011 - 17h20

De 21 de outubro a 3 de novembro, acontece em São Paulo a tradicional Mostra Internacional de Cinema. Durante duas semanas, a 35ª edição deste festival irá exibir cerca de 250 filmes de vários países. Os longas e curtas metragens estarão em cartaz em cinemas, museus e centros culturais espalhados pela cidade.

A seleção é um apanhado do que o cinema contemporâneo mundial está produzindo e quais as tendências, temáticas, narrativas e estéticas estão predominando ao redor do mundo.

Agência de Notícias da Aids selecionou alguns filmes sobre saúde, população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e direitos humanos. Veja a seguir algumas sugestões:

CARNE DE NEON

Direção: Paco Cabezas


Sinopse: Talvez Ricky morra esta noite. Uma bala se dirige fatalmente em direção a sua cabeça. Seus pensamentos estão em efervescência, e ele tenta encontrar uma razão para este pedaço de chumbo que está prestes a por fim à sua vida. Antes de chegar a isso, Ricky viveu uma história violenta envolvendo gângsteres perigosos, a máfia, um transexual e a abertura de seu próprio bordel.


Saiba mais aqui. 

RECONCILIAÇÃO: O MILAGRE DE MANDELA
Direção: Michael Henry Wilson


Sinopse: O filme detalha os eventos que levaram ao “Milagre de Mandela” sul-africano, estratégia do líder Nelson Mandela que evitou um derramamento de sangue e definiu uma transição pacífica para a democracia. O documentário inclui depoimentos de Desmond Tutu, Frederik de Klerk, Ahmed Kathrada, Francois Pienaar, Clint Eastwood (diretor de Invictus, sobre Mandela), assim como guardas carcerários e guarda-costas, junto a poderosas imagens de arquivo.


Saiba mais aqui. 

OLHE PRA MIM DE NOVO
Direção: Kiko Goifman e Claudia Priscilla


Sinopse: Um road-movie passado no sertão nordestino e conduzido pelo transexual Silvyo Luccio. Na estrada, ele vive diversas experiências ligadas ao preconceito, incluindo a história de uma família de albinos que vivem na cidade de Missão Velha e são discriminados por conta de sua cor.


Saiba mais aqui.

CUBA LIBRE
Direção: Evaldo Mocarzel


Sinopse: Através do retorno da atriz transexual cubana Phedra de Córdoba a Havana depois de 53 anos sem pisar no seu país, o filme coloca em discussão a luta pelos direitos dos homossexuais num ambiente extremamente machista como a ilha governada durante décadas por Fidel Castro, hoje comandada por seu irmão Raúl.


Saiba mais aqui.

A MARCA
Direção: Brigitte Maria Bertele


Sinopse: Após uma noite de festa, a autoconfiante Judith, de 35 anos, é estuprada no seu caminho para casa. Ela luta de todas as formas possíveis para que sua vida não mude. Seu advogado a orienta para que entre com um processo. Mas as consequências destrutivas aparecem em sua vida mesmo que ela não queira. Quando o falso testemunho do acusado destrói sua esperança por uma retratação, Judith procura outra forma de buscar justiça, talvez uma vingança. Mas Judith está atrás de um caminho radical e pouco usual para provar a culpa do criminoso.


Saiba mais aqui. 

Fonte: Redação da Agência de Notícias da Aids 

Comentários