Cabeleireiro gay é morto a pedradas na Vila Irmã Dulce em Teresina


Cabeleireiro gay é morto a pedradas na Vila Irmã Dulce em Teresina

 Antônio Francisco, tio da vítima

A vítima voltava para casa, quando foi abordado por três que o espancaram e o mataram com pedrada na cabeça; crime pode ter sido motivado por homofobia.
O cabeleireiro homossexual Rubens Pereira da Silva, 34 anos, foi morto na madrugada deste sábado(03), por volta das 3h, na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina. Rubens foi vítima de espancamento, cometido possivelmente por três homens. 

Segundo o tio da vítima, Antônio Francisco, que compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) para reconhecer o corpo, seu sobrinho voltava de uma seresta sozinho quando foi abordado pelos autores. Depois de espancá-lo e deixá-lo desmaiado, eles jogaram uma pedra na cabeça do cabeleireiro que afundou seu crânio. 

O tio disse que vizinhos teriam pedido para eles pararem, mas a violência continuou.

O crime ocorreu nas proximidades do 23º Distrito Policial, mas a polícia só teria chegado após a morte. O tio não sabe a causa do crime. 

De acordo com a família, a polícia já teria prendido três suspeitos, um deles, identificado como Cuca. 

Enviado por Luiz Mott

Comentários