Califórnia aprova lei que exige que escolas ensinem história dos LGBTs

Califórnia aprova lei que exige que escolas ensinem história dos LGBTs

O estado da Califórnia aprovou uma lei que torna obrigatório o ensino da história gaynas aulas de estudos sociais nas escolas públicas.

No entanto, os distritos das escolas é que decidirão o que incluir nas aulas e em que matéria o assunto entrará.

A lei foi feita pelo Senador Mark Leno e foi aprovada ontem com 23 votos a favor e14 contra.



Fonte: CENA G     (em 15/04/11)

---------------------------------

COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

Enquanto isso, em terras brasilianas o projeto Escola sem Homofobia e o kit anti-homofobia ficam para depois, graças à própria homofobia e outras fobias dos que manipulam a política nesse país e dos que se deixam manipular.


A notícia que comento acima é de abril, mas agora em 06 de julho de 2011, essa boa nova foi ampliada. Veja como:







Lei da Califórnia requer que escolas ensinem História LGBT em todas as séries


KinderA Califórnia não será superada por Nova Iorque no que diz respeito aos homossexuais. Eles tiveram casamento gay diante do Empire State e, ontem, pela primeira vez na nação, a Assembléia da Califórnia aprovou uma lei que requer que as escolas incluam as realizações das pessoas LGBT em todas as aulas de história em todos as séries. O Governador Brown deve assiná-la. O proponente da lei, Mark Leno, disse:

"Não é diferente de instruir alunos sobre o papel de homens afro-americanos como o Dr. Martin Luther King Jr., lutando pelos direitos civis e sendo assassinado por seus esforços de ensinar os alunos sobre gays americanos como  Harvey Milk lutando pelos direitos civis de todos os homens e sendo assassinado por seus esforços. Por que negar a todos os alunos o benefício desse conhecimento?"


Para quem estiver preocupado com o ensino de história LGBT no jardim de infância, relaxem e olhem para San Francisco. A cidade adotou esse currículo há quase 20 anos e está funcionando desde 1992.

Boa hora para rever o maravilhoso documentário de Debra Chasnoff's  It's Elementary (É Elementar) de 1996.

Comentários