O Papa diz SIM à camisinha



Uma mudança radical aconteceu na política do Vaticano depois que oficiais do UN AIDS (organização das Nações Unidas para o combate à AIDS no mundo) anunciaram que uma significante queda nos casos de HIV tem sido registrada, graças ao uso de preservativos. A visão mantida pelo Vaticano tem sido a de que evitar gravidez é um mal, mas agora parece que um mal maior seria colocar o próprio parceiro em risco de contrair o HIV. Sim, parceiro, seja homem ou mulher, hetero ou homossexual. Durante uma entrevista o Papa disse que "o problema é esse... é o primeiro passo em tomar responsabilidade, em levar em consideração o risco de vida da pessoa com quem você mantém um relacionamento."

------------------------------------------
COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

Uma instituição com acesso ao melhor da literatura mundial em suas vastas bibliotecas, como é o caso do Vaticano, não tinha percebido isso até que saísse esse relatório da UN AIDS? Lastimável! 30 anos de epidemia e só agora eles dão o sinal verde para a camisinha... Alguém ainda quer prestar atenção ao que esses senhores e senhoras amanteigados falam contra a vida, a sexualidade, a evolução dos direitos civis?

Comentários