Messi sai do armário. Leia antes de espalhar. ;)

Goleiro brasileiro que é xará do craque argentino sai do armário




Na semana em que o Governo do Rio lançou campanha contra a homofobia, veio de Natal, no Rio Grande do Norte, um exemplo de muita coragem. O goleiro Messi, do Palmeirinha de Goianinha, saiu do armário e assumiu publicamente, sem medo de ser feliz, que é homossexual.


Ele se transformou no único jogador de futebol profissional do Brasil a bancar diante dos torcedores a sua homossexualidade. "Muita gente condena, tem preconceito e acha que ser gay é pouca vergonha, doença ou desvio de caráter. Mas o homossexualismo nasceu comigo", disse Messi, que é ídolo do time da Segunda Divisão do Rio Grande do Norte.

Somente agora se espalhou geral que Messi é gay, mas a pequena Goianinha, de 18 mil habitantes, sabe da opção sexual dele há quatro anos. "Existe preconceito. Tem gente que xinga, ofende, não respeita. É duro, mas decidi me revelar", contou Messi que, corajoso, revelou-se até diante das câmeras do Jogo Aberto, da Band.

Comentários