Menino suspenso da escola por fazer carinho na cabeça do colega

Vice-Diretora que discriminou menino - foto internet 

Redação CORREIO
Atualizada às 20h20


Um menino de onze anos foi suspenso por dois dias da Escola Estadual Professora Armandina Marques, em Pau da Lima, acusado pela vice-diretora de estar fazendo "indecência" e "ousadia" com um colega. As informações são da TV Bahia.




R.P.S. estava fazendo carinho na cabeça de um colega quando foi interpelado. O outro garoto não foi suspenso porque no entender da diretora estava sendo "assediado". "Eu tava bagunçando a cabeça do meu colega, a vice-diretora perguntou se eu gostava de homem", diz a criança, que disse que tudo foi uma brincadeira mal interpretada.



Na carta que mandou para casa, a vice-diretora diz que o menino estava fazendo "ousadia" e que teve um comportamento "indecente". A vice-diretora ainda recomendou que a mãe "prestasse atenção" ao filho. "Mandou prestar atenção porque? Eu sei o sexo dele. Meu filho é uma criança", disse a mãe, que não quis se identificar, à TV Bahia. A mãe procurou a escola e registrou uma queixa contra a vice-diretora na Secretaria Estadual de Educação (SEC). Agora, ela quer trocar o menino de colégio.



"O aluno R.P.S. está suspenso por dois dias por indecência, indisciplina e ouzadia (sic) com o colega. Não respeita seu colega, está dando motivos para não ser respeitado. Lhe perguntei: que ele prefere se o sexo feminino ou o masculino, pois o que ele fez foi muito feio. Veio para a escola a fim de bagunçar", diz trecho da carta.



A vice-diretora Magnólia Oliveira confirmou o fato. "Eu disse a ele: 'Meu filho, como é que você faz um negócio desses? Você gosta de homem ou de mulher? Você é uma criança". Ela disse que fez a carta para que a mãe tomasse conhecimento do fato, tivesse uma conversa com a criança e para que a conhecesse melhor. A SEC disse em nota que a postura da vice-diretora não está de acordo com a política de educação do estado e que providências serão tomadas.



A suspensão aconteceu na última sexta-feira.


--------------------------------------------------
COMENTÁRIO DESTE BLOGUEIRO

Tentei encontrar o site da escola, mas parece que não tem, então deixei minha indignação no site Apontador, onde a escola tem link para avaliação. Copiei a notícia e colei lá. 

Acesse e deixe seu comentário. Manifeste sua indignação contra esse assédio moral da diretora sobre o menino e o outro colega que acabou ficando exposto, ainda que não suspenso. Manifeste seu apoio à mãe do garoto e ao próprio menino. Sua opinião na Internet tem poder. Use-o para a promoção da liberdade e da diversidade. O Apontador também fornece o telefone da escola. Se vc desejar, ligue e manifeste sua indignação. 

Eis o link:

APONTADOR

-----------------------------------------


Comentários

  1. Como pode uma senhora BURRA ser directora duma escola???

    A indignação perante o ultraje me deixa sem palavras!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. É horripilante mesmo!

    Abraço, amigão!
    Sergio Viula

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.